Esportes

Lutadora amazonense quer brilhar na Copa Artur Neto de Jiu-Jítsu 2015

Com a medalha de ouro do Sul-Americano em mãos, Maysa lembrou a dificuldade que foi custear a ida para São Paulo- fotos: divulgação/Marco Aurelio Ferreira

Com a medalha de ouro do Sul-Americano em mãos, Maysa lembrou a dificuldade que foi custear a ida para São Paulo- fotos: divulgação/Marco Aurelio Ferreira

Depois de brilhar no Campeonato Sul-Americano, a lutadora amazonense Maysa Ladislau agora quer a medalha de ouro na Copa Artur Neto de Jiu-Jítsu 2015, que acontecerá neste sábado (5) e domingo (6), na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, Zona Centro-Oeste de Manaus.

No último fim de semana, a atleta de 35 anos levou a bandeira do Amazonas para o topo do pódio do Sul-Americano organizado pela International Brazilian Jiu-Jitsu Federation (IBJJF) na cidade de Barueri (SP). Ela, que é treinada pelo professor Ângelo Carioca, foi campeã na categoria médio (até 69 kg).

“Fiz quatro lutas e ganhei todas por pontos. Uma experiência bem interessante, pois competi contra atletas do Brasil e de outros países”, destacou a faixa azul da Carioca Team, academia localizada no conjunto Campos Elíseos, Zona Centro-Oeste de Manaus.

De volta para casa, ela corre contra o tempo para se recuperar de uma lesão no joelho direito. O foco é estar 100% para a competição do fim de semana.

“Preciso me recuperar a tempo de disputar a Copa Artur Neto que é um dos eventos mais tradicionais do calendário da FJJAM, inclusive já estou inscrita nesse campeonato”, ressalta a atleta, que acredita na recuperação nos próximos dias.

A atleta de 35 anos levou a bandeira do Amazonas para o topo do pódio do Sul-Americano

A atleta de 35 anos levou a bandeira do Amazonas para o topo do pódio do Sul-Americano

Amigos ajudaram
Com a medalha de ouro do Sul-Americano em mãos, Maysa lembrou a dificuldade que foi custear a ida para São Paulo. Vários amigos e parceiros ajudaram a realização do sonho, como Laurênio Neto, Barbosa Neto, Patrícia Adria, Professor Rômulo, Eduardo Vicente, Jocélia Duarte, Arthemes Assis (Athos Kimonos), Anderson Souza e a deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB).

“Só tenho que agradecer a ajuda de todos esses amigos e parceiros que acreditam e investem nos atletas amazonenses, mesmo em tempos de crise. Lembrar também que tive a ajuda do professor Ayres Neto em todas as lutas do Sul-Americano”, enalteceu a campeã.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir