Holofotes

Lutador tem relógio de R$ 124 mil roubado após orgia em quarto de hotel

Um cheque recebido pelo atleta pela luta, no valor de US$ 3 milhões (R$ 9,3 milhões), também foi inicialmente dado como desaparecido – Divulgação

O boxeador Julio César Chavez Jr. -filho do mexicano hexacampeão mundial Julio César Chávez- teve um relógio de US$ 40 mil (cerca de R$ 124 mil) roubado em um quarto de hotel após perder uma luta para Canelo Álvarez, em 6 de maio.

Em vídeos que circulam nas redes sociais, Chávez Jr. aparece aparentemente embriagado em uma cama, com várias mulheres ao seu redor, algumas em roupas íntimas. Alguns homens também aparecem no quarto. À “ESPN”, a mulher do lutador, Frida, disse que essas pessoas foram responsáveis por roubá-lo e afirmou que o marido estava no quarto porque tinha “bebido demais”.

Segundo o relato de Frida, eles estavam no bar do hotel na noite de segunda-feira (8) quando um grupo de jovens pediu para tirar fotos com o boxeador. Ela subiu para ficar com a filha e deixou Chávez Jr. com os fãs. Quando o pugilista voltou para o quarto do casal, por volta das 6h da manhã, ela deu por falta do relógio.

Um cheque recebido pelo atleta pela luta, no valor de US$ 3 milhões (R$ 9,3 milhões), também foi inicialmente dado como desaparecido, mas foi posteriormente encontrado pelo estafe do hotel.

Frida afirmou à ESPN que suspeita que o marido tenha sido drogado. “Julio me disse, e eu sei que não aconteceu nada, pois eu o conheço. Vi [no vídeo] que ele não conseguia nem falar. Planejaram tudo isso contra ele”, disse ela. Até o momento, o relógio ainda não foi encontrado.

Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir