Esportes

Lutador de MMA dá aula de superação e persistência para pequenos atletas de Manaus

Nuguette faz do esporte um incentivo para crianças – foto: divulgação

Nuguette faz do esporte um incentivo para crianças – foto: divulgação

Superação é a palavra que define Alan Patrick Silva Alves, mais conhecido como Alan Nuguette, lutador de MMA, da categoria peso leve do Ultimate Fighting Championship (UFC). Ele, que teve uma infância com grandes obstáculos, foi engraxate, morou na rua e passou fome, buscou no esporte o grande incentivo para que tudo mudasse em sua vida.

Aos 32 anos, com 14 lutas, 13 vitórias e somente uma derrota, Nuguette faz do esporte um incentivo para crianças. E em sua breve estada por Manaus, levou 40 alunos de jiu-jitsu, na faixa etária de 4 e 16 anos, do projeto ‘Semente’, o qual apoia, para conhecerem uma grande academia na zona centro sul da capital amazonense e ministrou um ‘aulão’ para todos.

“Estamos trazendo as crianças aqui para que elas tenham a oportunidade de saber que um dia poderão estar estudando numa grande academia como esta. Aqui elas terão a oportunidade que eu não tive, não queremos criar apenas bons lutadores, bons atletas, mas queremos criar grandes seres humanos, onde há prioridade no estudo com boas notas e não pode faltar, hoje o projeto já tem campeões”, explica Nuguette.

O aulão iniciou e todos estavam muito atentos para as explicações do lutador, e o campeão amazonense, Guilherme Lima com apenas 10 anos se inspira “eu quero traçar grandes vitórias e um dia poder estar no UFC também”, frisa.

O projeto possui oito anos e a atleta Dilsinha Michelle está desde o princípio, hoje, ela detém os títulos de campeã amazonense, brasileira e norte-americana e disse que esporte vai além, “foi no esporte que eu aprendi que além de lutar é necessário respeitar, foi lá que eu aprendi a ser uma boa aluna, uma boa filha e, principalmente, temente a Deus”.

O projeto

O projeto ‘Semente’ é voluntário e sem ônus para os alunos, possui mais de 200 atletas em duas sedes, uma em Manaus e outra no município do Careiro. Para participar os pais deverão procurar uma de suas sedes, e a criança deverá estar devidamente matriculada na rede de ensino, possuir boas notas e assiduidade, quando no projeto, esta não poderá ter 3 faltas consecutivas sem justificativas.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

grupo
Subir