Sem categoria

Lojistas preveem aumento de 15% nas vendas de chocolates para o Dia dos Namorados

Comerciantes da capital amazonense procuraram ampliar o mix de oferta de produtos de chocolate destinados à venda no Dia dos Namorados - foto: Diego Janatã

Comerciantes da capital amazonense procuraram ampliar o mix de oferta de produtos de chocolate destinados à venda no Dia dos Namorados – foto: Diego Janatã

A indústria e o comércio de chocolate amazonense olham com esperança para o Dia dos Namorados, cuja previsão de crescimento no volume de vendas é de 15% para este ano, mesmo com a produção reduzida na indústria.

Segundo o gerente de Marketing da Bombons Finos da Amazônia, Jorge Silva Júnior, como a empresa previa um ano ruim diante do cenário de crise econômica, ela preparou estratégia para a fábrica continuar com a produção, mas com o volume de compras menor.

“Preparamos o terreno para um ano ruim, sem deixar de produzir, tocando os esforços para as vendas. E no final o resultado não foi nem perto do esperado na Páscoa e no Dia das Mães”, disse o gerente de Marketing. Ele observou que o ritmo de produção se manteve de olho na data do Dia dos Namorados.

No ano passado, Jorge disse que as vendas para essa data foram muito expressivas em relação ao mesmo período de 2014. Ele disse, no entanto, que agora, como o consumidor está mais contido nas compras, por conta do agravamento do quadro de recessão econômica, a expectativa de crescimento é enxuta.

Diante desse cenário, a Bombons Finos da Amazônia, segundo o gerente, também fez adequações nos preços das lojas. “As pessoas compram presentes mais em conta para não se endividarem. Por este motivo, trabalhamos, principalmente, com produtos que complementem outros presentes ou, em caso de ser o principal presente, que não seja tão caro”, disse Jorge.

Segundo ele, as cestas apaixonadas com chocolate e outras lembranças, que custavam até o ano passado até R$ 300, agora foram adaptadas para preços de, no máximo, R$ 200.

A supervisora da loja da Bombons Finos da Amazônia do Shopping Manauara, Débora Paes Corrêa, explicou que tradicionalmente, para essa data, os namorados deixam para a última hora a compra do chocolate. Portanto, apesar de considerar um ano mais difícil para as vendas, ela espera para este sábado (11) um movimento maior dos compradores de presentes de última hora.

Por Emerson Quaresma

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir