Política

Líder do PT diz que governo tem “quase” os 172 votos para barrar impeachment

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Afonso Florence, disse hoje (14) que o governo tem os quase 172 votos necessários para barrar o impeachment da presidenta Dilma Rousseff durante votação no plenário da Casa, no domingo (17).

“Hoje, eles [oposicionistas] não têm 342 votos. Não têm e não terão”, afirmou Florence. “O governo tem quase os 172 ‘não'”, destacou.

“E, nas ruas, o movimento pela legalidade democrática tem influenciado muito o voto de indecisos. O governo obviamente se preocupa com os indecisos. Há um trabalho de persuasão”, acrescentou o líder da legenda.

Florence deu a declaração após café da manhã no Palácio da Alvorada em que a presidenta reuniu ministros e parlamentares da base aliada.

Para que o pedido de impeachment prossiga para o Senado, dois terços (342) dos 513 deputados devem votar a favor.

“A presidenta agradeceu aos membros da comissão que votaram contra a admissibilidade do processo de impeachment e reiterou que não há crime de responsabilidade. Temos trabalhado com muita parcimônia em contraposição a essa campanha de ‘já ganhou’ da oposição”, afirmou Florence.

Estavam presentes no café da manhã os ministros Jaques Wagner (Gabinete Pessoal), Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo), Armando Monteiro (Desenvolvimento e Indústria), Antonio Carlos Rodrigues (Transportes), Marcelo Castro (Saúde), Celson Pansera (Ciência e Tecnologia) e Mauro Lopes (Aviação Civil).

Bancadas divididas

O líder do governo na Câmara, José Guimarães (PT-CE), afirmou que está seguro de que o impeachment será barrado no plenário no domingo. “Nossos levantamentos apontam que as bancadas estão muito divididas.

Só tem poucos partidos fechados 100%, de um lado e de outro. Não tem risco de nós termos menos de 200 votos [no domingo] pelos cálculos e pelos contatos [que fizemos]. Eles [oposicionistas] não têm os 342 votos. Vamos fazer mais contato, mais diálogo para convencer que nós temos votos para derrotar o impeachment”, disse Guimarães, que também participou do café da manhã.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir