Esportes

Léo Moura admite erro ao negociar com Vasco

Ídolo da torcida do Flamengo, o lateral direito Léo Moura disse nesta quarta-feira (24), por meio de uma rede social na internet, que errou ao aceitar uma negociação para jogar no Vasco.

O presidente do clube carioca, Eurico Miranda, anunciou na segunda-feira (22) a contratação de Léo Moura, mas a negociação naufragou. Em reunião durante a tarde de segunda com o seu empresário, Eduardo Uram, o jogador, que atualmente está no Strikers (EUA), decidiu não aceitar a proposta do time.

“Cogitei a possibilidade de voltar ao Rio, pois a princípio queria ficar na minha cidade e perto da família (…) Talvez o meu maior erro foi ter sentado para ouvir a proposta deles, pois dentro de mim estava incomodado fazendo isso, mas fui ouvir como qualquer profissional e depois do papo pedi para ligar para meu empresário”, escreveu Léo Moura no Facebook.

“Decidi não aceitar, porque dentro do meu coração falou mais alto a identificação e o carinho que tenho pelo Fla e pela Nação, que sempre me carregou no colo e nos momentos difíceis esteve ao meu lado e não merecia isso jamais”, afirmou.

Léo Moura ainda alfinetou Eurico Miranda, que se revoltou com a postura do jogador.

“Estou em paz, tranquilo mesmo com todos julgamentos e acredito que tomei a decisão certa em não aceitar o convite. Mas tem um porém: Se for contratar de boca sem nada assinado até o meu time de Fut 7 ‘Amigos do LM’ pode anunciar que contratou o Messi… Concordam?”, escreveu o atleta.

VEJA ABAIXO O COMUNICADO DE LÉO MOURA NA ÍNTEGRA

“Vou esclarecer um pouco essa polêmica com meu nome que o presidente aproveitou e fez para mudar o foco da real situação do seu clube.

Meu primeiro contato quando decidi que precisaria voltar ao Brasil, por um problema familiar, foi com Flamengo, por respeito, gratidão e pela minha história no clube. Depois, sim, falei com o Vasco e outros clubes.

Realmente, falei com o Baixola cogitando a possibilidade. Tenho amizade com ele, foi o cara que me levou em 2002 para o clube. Ele ligou para o Eurico, que pediu para ligar para seu filho! Para o Eurico jamais na minha vida ligaria. Em 2002, quando fiquei sem receber, eu não liguei para ele, imagine agora! Falei com o Zé Luiz inúmeras vezes de vários assuntos e inclusive sobre a situação em que se encontra o clube hoje. Ele é um cara com quem sempre tive bom relacionamento e sempre falamos de tudo, e com o Paulo que também tenho um bom relacionamento e tinha trabalhado com ele no Flu!

Cogitei a possibilidade de voltar ao Rio pois a princípio queria ficar na minha cidade e perto da família… O Zé me ligou, me convidando para ir à sua casa conversar e realmente me fez a proposta no outro dia após a derrota deles para o Sport Recife… Talvez o meu maior erro foi ter sentado para ouvir a proposta deles, pois dentro de mim estava incomodado fazendo isso, mas fui ouvir como qualquer profissional e depois do papo pedi para ligar para meu empresário.

Decidi não aceitar, porque dentro do meu coração falou mais alto a identificação e o carinho que tenho pelo Fla e pela Nação, que sempre me carregou no colo e nos momentos difíceis esteve ao meu lado e não merecia isso jamais! Se sentei para ouvir, errei e reconheço, mesmo sendo um profissional! Mas a forma mais correta foi ouvir meu coração e minha família e não aceitar ir.

Estou em paz, tranquilo mesmo com todos julgamentos e acredito que tomei a decisão certa em não aceitar o convite. Mas tem um porém: Se for contratar de boca sem nada assinado atá o meu time de Fut 7 ‘Amigos do LM’ pode anunciar que contratou o Messi… Concordam?

Minha história é limpa e sempre fui e sou querido em qualquer lugar que chego! Vida que segue! O importante e ser feliz!
Ponto!”

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir