Sem categoria

Lavador de carros morre após levar socos na cabeça; primos são principais suspeitos

 O corpo da vítima foi velado numa igreja evangélica localizada na Dom Luiz Soares, mesmo bairro – foto: Marcio Melo


O corpo da vítima foi velado numa igreja evangélica localizada na Dom Luiz Soares, mesmo bairro – foto: Marcio Melo

O lavador de carros João Brício de Medeiros, 33, foi assassinado na madrugada de quarta-feira (14),  com golpes no pescoço  e na cabeça, por volta de 1h30, na rua Jardim Primavera, comunidade Parque São Pedro, Zona Oeste de Manaus. Os principais suspeitos do crime são os irmãos ‘Raimundo’ e ‘Erian’, que são primos da vítima.

De acordo com Grazielle Moreira Santos, 24, esposa da vítima, João consumia bebida alcoólica desde às 13h de terça-feira (13), na companhia dos suspeitos, que acabaram fugindo para o município de Borba (a 151 quilômetros da capital amazonense), segundo a família.

‘Raimundo’, que também estava ferido no abdômen, disse que  João e ‘Erian’, juntamente com ele, foram atacados por um homem conhecido na comunidade como ‘Espoca’, e que acabou fugindo. Eles foram surpreendidos, e tiveram que correr para não morrer.

A família não acreditou na versão dos irmãos, que, segundo eles,  sempre causam problemas durante as bebedeiras.

Conforme os familiares, há aproximadamente oito meses, a dupla atingiu a golpes de chave de fenda, um homem, identificado como ‘Cabeludo’, após  também consumirem bebida alcoólica. Na ocasião, a vítima ficou paraplégica depois de passar seis meses em coma no hospital.

O caso foi registrado no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas as investigações do caso serão atribuídas pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Matéria atualizada às 16h00.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir