Dia a dia

Lavador de carros é preso ao vender drogas perto de escola na Zona Norte

O  homem foi preso após denúncias anônimas - foto: divulgação/ PC

O homem foi preso após denúncias anônimas – foto: divulgação/ PC

O lavador de carros Luan Ferreira da Silva, 26,  foi preso por envolvimento com o tráfico de drogas na capital. A prisão foi realizada por policiais civis que atuam no Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), por volta de 17h desta terça-feira (11),  na rua do Sorriso, bairro Colônia Santo Antônio, zona Norte da capital.

De acordo com o diretor do Denarc, delegado Samir Freire, o rapaz estava sendo investigado há duas semanas, após o recebimento de denúncias anônimas, informando que uma pessoa com as características de Luan estaria comercializando drogas em frente e dentro de uma escola particular de Ensino Fundamental naquela área da cidade.

“Deslocamos uma equipe ao local para averiguar a situação e nossos investigadores conseguiram identificá-lo a partir das características físicas repassadas. Os policiais civis do Denarc constataram a veracidade da denúncia e prenderam Luan no momento em que ele vendia uma trouxinha de oxi a um usuário de drogas”, explicou a autoridade policial.

O homem que estava comprando a droga de Luan, identificado como Ivanildo Barroso da Silva, 37, foi detido e conduzido ao departamento para fazer parte do inquérito policial como testemunha. Posteriormente assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de entorpecente e liberado para responder ao processo em liberdade.

Levado à sede da Delegacia Geral, onde está situada a base do Denarc, Luan confessou, em depoimento, a autoria do delito e disse que tinha mais droga escondida na casa onde morava.

No interior da residência os investigadores encontraram cerca de 2 kg de entorpecentes, entre maconha do tipo skunk, oxi e cocaína, além de 359 trouxinhas de substância com aparência de oxi e 23 com aspecto de cocaína. No lugar foram apreendidos ainda R$ 119 em espécie. O material ilícito estava escondido embaixo da pia da cozinha.

Luan admitiu, ainda, que comercializava drogas há pelo menos dois meses no lugar onde acabou preso em flagrante. Após os procedimentos legais ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus, Zona Sul.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir