Dia a dia

Laudo aponta que jovens encontrados mortos em Apuí foram executados a tiros

O laudo apontou que as vítimas foram executadas a tiros - foto: divulgação

O laudo apontou que as vítimas foram executadas a tiros – foto: divulgação

O laudo sobre as mortes dos jovens Henrique Pinheiro Portela, 18, Ezequiel de Paiva Oliveira, 19, Jaiano Douglas da Silva de Araújo e Francisco Pinheiro da Silva, ambos de 24 anos, encontrados em avançado estado de decomposição no último sábado (12), em Apuí (a 453 quilômetros de Manaus), apontou que as vítimas foram executadas a tiros.

Os quatro jovens foram localizados por grupos de familiares e amigos, em um sítio conhecido como ‘Paredão’. Eles haviam desaparecido na última quinta-feira (10). Os quatro policiais militares suspeitos de envolvimento nas mortes não tiveram os nomes revelados.

Até o momento, seis pessoas foram ouvidas no inquérito policial na 71ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), do município de Apuí. Já os policiais militares afastados de suas funções, ainda não foram ouvidos e devem prestar esclarecimentos no decorrer da semana.

O delegado Francisco Ferreira, responsável pela investigação, confirmou que recebeu o laudo da necropsia na última segunda-feira (14), o qual apontou que as vítimas foram assassinadas a tiros, porém, o exame não determinou se os jovens sofreram algum tipo de tortura antes de serem mortos.

Os nomes dos policiais militares são mantidos em sigilo, mas o delegado Francisco Ferreira, adiantou que solicitou uma equipe de investigadores da Polícia Civil de Manaus para ajudar nas investigações e elucidar o caso.

Os quatro jovens foram encontrados mortos em avançado estado de decomposição, em um sítio, conhecido como ‘Paredão’, localizado às margens do rio Juma (a 33 quilômetros da sede do município de Apuí). Conforme a polícia, os jovens tinham antecedentes criminais por tráfico de drogas, no Estado de Rondônia, onde já haviam sido presos.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir