Sem categoria

Lancha escolar colide com embarcação de passeio e pelo menos 7 ficam feridos

A embarcação vinha da comunidade do Livramento quando colidiu com outra lancha que faz passeio turístico no local – foto: Diego Janatã

A embarcação seguia para a comunidade do Livramento quando colidiu com outra lancha que faz passeio turístico no local – foto: Diego Janatã

Pelo menos sete pessoas entre adultos e crianças ficaram feridas após duas embarcações colidirem na manhã desta terça feira (21), por volta das 11h, próximo à Marina do Davi, Comunidade do Livramento, na região do Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

De acordo com informações de populares, uma lancha que faz o transporte de escolar de ribeirinhos seguia com alunos para  a comunidade do Livramento quando colidiu com outra lancha que faz passeio turístico no local.

Ainda segundo informações, cinco pessoas – sendo um casal de irmãos, o pai delas e o primo das crianças, além do piloto encontravam-se na lancha de turismo alugada para o passeio. A outra lancha que seguia em alta velocidade conduzia alunos para a escola na comunidade.

Com a colisão, o casal de irmãos, Aline da Silva Vilas Boas, 9,  e Alexander da Silva Vilas Boas, 7, além do primo Caio Moreira Martins, 15, sofreram ferimentos e foram encaminhados ao Hospital e Pronto Socorro Joãozinho, na Zona Leste da cidade. A Aline chegou ser levada anteriormente ao Hospital e Pronto Socorro (HPS) da Criança na Zona Oeste, bairro Compensa.

As demais vítimas da lancha escolar foram encaminhadas para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) Juventina Dias, situado no bairro Compensa, Zona Oeste da capital. As irmãs Luiza Garcia Sobreira, 18, Paola Garcia Sobreira, 22, e a mãe Laura Garcia Sobreira, 53, receberam alta médica. Conforme a direção da unidade hospitalar, a outra vítima do acidente identificado como João Bosco Maciel Morais, 49, sofreu um baque na região lombar e continua em observação. A vítima não corre risco de morte.

A direção do hospital Joãozinho não quis atender a reportagem do EM TEMPO.

Segundo o pai do casal de irmãos, Alexandre Mendes Vilas Boas, 44, a filha Aline sofreu uma pancada forte no rosto e segue inconsciente na Unidade de Terapia intensiva (UTI). Já o filho, Alexander, sofreu um corte na orelha direita. Ele será submetido a uma tomografia computadorizada. A outra criança com ferimentos no corpo recebeu alta médica e não corre risco de morte.

“Estávamos fazendo o retorno no porto da comunidade, quando surgiu a lancha escolar em alta velocidade. Foi uma imprudência total do piloto. Se ele tivesse diminuído a força da lancha não teria acontecido o acidente”, lamentou Alexandre.

O motorista Alexandre informou que seguia com as crianças e mais três familiares identificadas como Aparecida Moreira, 69, José Miguel, 70, e Márcia (esposa do idoso), 65, que desceram antes da colisão das embarcações para o sítio de um amigo.

Nota

A Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, informou que a colisão envolvendo uma embarcação de transporte escolar e outra da Associação dos Comunitários da Nossa Senhora de Fátima, ocorreu por volta das 11h desta terça-feira, 21 de julho de 2015, na comunidade do Livramento, nas proximidades da Praia da Lua, no Rio Negro, no Estado do Amazonas.

A bordo da lancha escolar encontravam-se 18 alunos da Escola Municipal São José I e o condutor. Na embarcação da cooperativa estavam 10 passageiros e um condutor. De acordo com as informações recebidas, seis (6) feridos foram socorridos e conduzidos para um hospital de Manaus.

A equipe de Inspeção Naval da CFAOC esteve no local para iniciar os procedimentos para abertura do Inquérito Administrativo sobre Fatos da Navegação (IAFN) que visa apurar as causas e responsabilidades pelo acidente.

Por Josemar Antunes

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir