Esportes

Kardec marca duas vezes, e reservas do São Paulo vencem América-MG

O São Paulo conseguiu um alento para a partida decisiva de quarta-feira (13), contra o Atlético Nacional (COL), pelo segundo jogo da semifinal da Libertadores.

Neste domingo (10), com a cabeça na competição continental, a equipe precisou de apenas três titulares para vencer o América-MG por 3 a 0, no Morumbi, pela 14ª rodada do Brasileiro.

“Se dissermos que não estamos pensando no jogo de quarta vai ser mentira”, disse o goleiro Denis, antes mesmo de o jogo começar.

Com as arquibancadas vazias -apenas 8.198 torcedores no primeiro jogo desde o rompimento do clube com as torcidas organizadas- Alan Kardec provou ser ainda boa opção para o ataque são-paulino. O jogador, que vive má fase e foi sacado da equipe titular no começo da temporada, marcou o primeiro e o terceiro gol.

Aos 33 min, o atacante aproveitou cobrança de falta de Centurión e, de cabeça, abriu o placar. Aos 14 min do 2º tempo, Kardec só completou cruzamento de Luiz Araújo para marcar pela segunda vez no jogo.

São três gols do atacante nos últimos três jogos do Brasileiro. Ele marcou também contra o Fluminense, em junho, após jejum de três meses sem marcar.

O jovem zagueiro Lyanco, 19, também reserva, marcou o gol mais bonito da partida. Ele arrancou no meio de campo e tirou do zagueiro antes de finalizar, aos 42 min do primeiro tempo.

O zagueiro Maicon, que foi expulso e apontado como vilão na derrota para o Atlético Nacional, foi pouco acionado e teve atuação segura. Ele foi um dos titulares ao lado de Hudson e Denis.

Com o resultado, o clube tricolor engatou a segunda vitória consecutiva na competição e chegou aos 21 pontos -apenas dois a menos que o Flamengo, que fecha o G4. Já o América-MG continua na lanterna, com apenas oito pontos ganhos.

Nas próximas rodadas, o São Paulo terá duas pedreiras pela frente. No domingo (17), faz o clássico contra o Corinthians, no Itaquerão. Na outra rodada, enfrenta o Grêmio também fora de casa.

Antes disso, na quarta, às 21h45 (de Brasília), o São Paulo precisa de uma façanha para avançar à final da Libertadores. O time terá a difícil missão de superar em Medellín a derrota por 2 a 0 para o Atlético Nacional, no Morumbi.

Por Flhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir