Esportes

Juvenis e infantis disputam nesta segunda final do 1º turno do Campeonato Amazonense

As quatro melhores equipes da categoria infantil e juvenil se enfrente a partir das 18h, no estádio da Colina – foto: divulgação

As quatro melhores equipes da categoria infantil e juvenil se enfrente a partir das 18h, no estádio da Colina – foto: divulgação

A segunda-feira (3), vai ser de muito futebol e com direito a volta olímpica em dose dupla. Nesta tarde, a partir das 18h, no estádio da Colina, as quatro melhores equipes da categoria infantil e juvenil do Campeonato Amazonense entram em campo para levantar a taça do primeiro turno da competição. A temporada do futebol Amazonense recebe apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel).

Na primeira decisão do dia, a equipe do Sul América enfrenta o Cliper. Líder desde o início da competição, o Trem da Colina terminou a primeira fase com 17 pontos, quatro mais que o rival da final e invicto. O saldo de gols do Trem também é superior ao Cliper. São 20 de saldo contra três da Águia dourada.

Às 20h é a vez do juvenil. A final entre Rio Negro e Sul América se tornou o encontro dos únicos invictos da competição. Enquanto o Galo da Praça passou de fase na primeira posição, o Trem da Colina ficou com a terceira vaga do G4. Na semifinal, o Rio Negro conseguiu passar com dificuldades sobre o Tarumã, ao empatar em 2 a 2 em uma partida emocionante.  Por sua vez, o Sul América eliminou o Fast ao vencer por 1 a 0.

“Estamos vindo de uma sequência de três empates. Empatamos em 1 a 1 com o próprio Rio Negro, depois com o São Raimundo e depois em um jogo duro com o Tarumã. Na semifinal passamos pelo Fast. Vai ser um jogo difícil, infelizmente vamos sem dois jogadores, mas temos a certeza que faremos um bom jogo para buscar o título”, afirmou o técnico do Sul América, Marcelo Galvão.

Para o técnico do Rio Negro, José Ribamar, o trabalho realizado desde o mês de fevereiro vai ser posta à prova nesta tarde.

“O jogo de quarta-feira fez a gente crescer para a final. Estávamos perdendo o jogo por 2 a 1 e os garotos se superaram. Conversei como eles para tirarem a ansiedade da final e jogarem normal. É um bom trabalho que fazemos com esses meninos desde fevereiro. Muitos deles nunca jogaram uma competição e a maioria vem da Zona Leste, tiramos o vício deles de jogar pelada para que pudessem jogar o juvenil e agora estamos na final. Vai ser um bom jogo”, garantiu o treinador do Galo, José Ribamar.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir