Cultura

Justin Timberlake retorna com canção feita para seu filme de animação

Timberlake tornou-se um super astro no final dos anos 90, como integrante do grupo NSYNC, um dos mais bem-sucedidas do pop - foto: divulgação

Timberlake tornou-se um super astro no final dos anos 90, como integrante do grupo NSYNC, um dos mais bem-sucedidas do pop – foto: divulgação

O astro pop Justin Timberlake lançou nesta sexta-feira (7) sua primeira canção após três anos, uma melodia alegre que aparecerá no filme “Trolls”.

O vídeo de “Can’t Stop the Feeling” mostra o cantor dançando em seu estúdio, com aparições de outros atores que emprestam suas vozes para o longa-metragem, como Anna Kendrick e a também cantora Gwen Stefani.

O filme de desenho animado do estúdio Dreamworks, que tem estreia prevista para 4 de novembro, se baseia em bonecos trolls de cabelo arrepiado, que se tornaram populares nos anos 1950 e que têm origem na mitologia escandinava.

A canção, porém, tem pouco a ver com os trolls. Há ambiente de festa de verão e música eletrônica ao fundo.

A música tem o selo de Timberlake, que recentemente apareceu junto a estrelas da música country como Little Big Town e Chris Stapleton, o que deu lugar para especulações sobre um regresso ao gênero do seu Estado natal Tennessee.

Timberlake tornou-se um super astro no final dos anos 90, como integrante do grupo NSYNC, um dos mais bem-sucedidas do pop.

Ali não só conseguiu se manter nas paradas do sucesso, mas também abriu caminho para uma respeitada carreira solo, às vezes com tom de R&B.

A canção é seu primeiro lançamento desde o álbum duplo “The 20/20 Experience” de 2013 e desde que nasceu seu primeiro filho, fruto do casamento com Jessica Biel.

Por outro lado, Timberlake teve uma ativa carreira de ator, e aos 35 anos já atuou em filmes como “A Rede Social”, que conta a história do Facebook, e em “Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum”, longa-metragem dos irmãos Coen sobre a vida de um cantor folk.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir