País

Justiça nega autorização para Suzane von Richthofen cursar faculdade

suzane-richtofen-d

Em 2014, Suzane se casou com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos pelo sequestro e morte de um adolescente em Mogi das Cruzes (SP) – foto – reprodução

A Justiça negou pedido de Suzane von Richthofen para cursar uma faculdade em Taubaté, no interior de São Paulo. A defesa irá recorrer.

Suzane, condenada a 39 anos de prisão pela morte dos pais em 2002, cumpre pena na ala de regime semiaberto da Penitenciária-1 de Tremembé, no interior paulista. Richtofen já cumpriu 13 anos da pena em regime fechado e teve recurso para progressão da pena aceito pela Justiça.

O pedido da prisioneira foi feito em 3 de fevereiro e negado em 17 do mesmo mês pela juíza Wania Regina Gonçalves da Cunha, da Vara de Execuções Penais de Taubaté, segundo a Secretaria da Administração Penitenciária. A reportagem não conseguiu falar com o defensor de Suzane.

Em dezembro, a Justiça negou, em segunda instância, pedido de Suzane para obter uma indenização de R$ 760 mil do Estado por danos à imagem em 2005, quando disse ter sido coagida pela diretora da unidade em que estava na ocasião a aparecer diante da imprensa.

Crime

Suzane, seu ex-namorado Daniel Cravinhos e o irmão dele, Christian, foram condenados pelos assassinatos de Manfred e Marísia von Richthofen, mortos em 2002. Os irmãos Cravinhos estão no regime semiaberto desde 2013.

Em março de 2015, a Justiça de São Paulo determinou que a herança da família Von Richthofen seja entregue apenas ao irmão de Suzane, Andreas Albert von Richthofen. Na sentença, o juiz determinou que ela deveria ser excluída da partilha dos bens por considerá-la “indigna”. A herança é calculada em mais de R$ 3 milhões.

Em 2014, Suzane se casou com Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos pelo sequestro e morte de um adolescente em Mogi das Cruzes (SP). Sandrão, como é conhecida, conseguiu a progressão para o semiaberto em fevereiro de 2015.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir