Esportes

Justiça dos EUA marca julgamento de Marin para novembro de 2017

A Justiça dos Estados Unidos definiu em audiência nesta segunda-feira (19) que o julgamento do ex-presidente da CBF José Maria Marin terá início em 6 de novembro de 2017.


O dirigente, um dos envolvidos no escândalo de corrupção da Fifa, cumpre prisão domiciliar em Nova York desde novembro do ano passado. A juíza Pamela Chen, que entrou no caso há cerca de quatro semanas, prevê que o julgamento dure cerca de um mês e meio, terminando até o fim de dezembro do próximo ano.

Marin não compareceu à audiência da tarde desta segunda e foi representado por seus advogados.

Segundo informações fornecidas durante a audiência, cerca de 150 mil documentos de bancos suíços foram enviados para o governo americano, mas ainda não foram analisados.

Além do ex-presidente da CBF, outros sete dirigentes devem enfrentar o julgamento marcado para novembro de 2017.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir