Dia a dia

Jovens são presas com drogas ao tentar embarcar para Santarém no Porto de Itacoatiara

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de  entorpecentes na embarcação - foto: divulgação/ Polícia Civil

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de entorpecentes na embarcação – foto: divulgação/ Polícia Civil

Cláudia Caroline de Souza Paulino, 24, e Vanessa Santos de Souza, 20, foram presas em flagrante, por envolvimento com o tráfico de drogas interestadual, na noite da última quarta – feira (20), no município de Itacoatiara ( a 176 quilômetros em linha reta da capital).

As prisões foram resultado de uma ação conjunta  de policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia ( DIP), integrantes da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), e policiais militares daquele município.

Os trabalhos foram coordenados pelos delegados Lázaro Mendes e Paulo César, titular e adjunto, respectivamente, da delegacia de Itacoatiara. A ação foi desencadeada por volta das 22h30 de ontem, após policiais receberem uma denúncia informando que duas mulheres, com as características de Cláudia e Vanessa, estavam em uma embarcação com destino a cidade de Santarém, no estado do Pará, transportando drogas.

De acordo com os policiais que participaram da ação, o barco em que elas estavam foi interceptado em frente à ‘Comunidade Costa do Quelé’, nas proximidades da sede de Itacoatiara. Na abordagem policial, quando as jovens perceberam a aproximação da polícia, ainda tentaram se desfazer das drogas transportadas por elas.

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de  entorpecentes, com aspecto de maconha, do tipo ‘skank’, acondicionados em 12 tabletes envoltos de fita adesiva. Conduzidas à unidade policial, Cláudia e Vanessa foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na delegacia, as jovens irão ser encaminhadas à Cadeia Pública da cidade de Itacoatiara, onde ficarão à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir