Dia a dia

Jovens são presas com drogas ao tentar embarcar para Santarém no Porto de Itacoatiara

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de  entorpecentes na embarcação - foto: divulgação/ Polícia Civil

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de entorpecentes na embarcação – foto: divulgação/ Polícia Civil

Cláudia Caroline de Souza Paulino, 24, e Vanessa Santos de Souza, 20, foram presas em flagrante, por envolvimento com o tráfico de drogas interestadual, na noite da última quarta – feira (20), no município de Itacoatiara ( a 176 quilômetros em linha reta da capital).

As prisões foram resultado de uma ação conjunta  de policiais civis da Delegacia Interativa de Polícia (DIP), integrantes da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), e policiais militares daquele município.

Os trabalhos foram coordenados pelos delegados Lázaro Mendes e Paulo César, titular e adjunto, respectivamente, da delegacia de Itacoatiara. A ação foi desencadeada por volta das 22h30 de ontem, após policiais receberem uma denúncia informando que duas mulheres, com as características de Cláudia e Vanessa, estavam em uma embarcação com destino a cidade de Santarém, no estado do Pará, transportando drogas.

De acordo com os policiais que participaram da ação, o barco em que elas estavam foi interceptado em frente à ‘Comunidade Costa do Quelé’, nas proximidades da sede de Itacoatiara. Na abordagem policial, quando as jovens perceberam a aproximação da polícia, ainda tentaram se desfazer das drogas transportadas por elas.

Com a dupla foi encontrado aproximadamente 7 quilos de  entorpecentes, com aspecto de maconha, do tipo ‘skank’, acondicionados em 12 tabletes envoltos de fita adesiva. Conduzidas à unidade policial, Cláudia e Vanessa foram autuadas em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na delegacia, as jovens irão ser encaminhadas à Cadeia Pública da cidade de Itacoatiara, onde ficarão à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir