Dia a dia

Jovem suspeito de latrocínio é preso no município de Tapauá

O jovem irá permanecer na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça - foto: divulgação

O jovem irá permanecer na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça – foto: divulgação

Alciene Silva de Andrade, 24, conhecido como ‘Leca’ foi preso na madrugada deste domingo (13) no município de Tapauá (a 449 quilômetros da capital). Segundo a polícia, o jovem é apontado como autor de um latrocínio (roubo seguido de morte) ocorrido na noite do último dia 9 de junho no município.

De acordo com o delegado titular da 64ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Osman Nasser, o crime ocorreu por volta das 19h, na casa flutuante da vítima, o aposentado Adolfo Maia, 86, conhecido como ‘Gonzaga’, situada às margens do Rio Abafuri, em Tapauá.

Conforme o delegado, ‘Leca’ estava conduzindo a canoa dele, no momento em que o motor rabeta quebrou então o homem teve a ideia de roubar a lancha da vítima, que morava sozinha no lugar.

“Alciene foi à casa do aposentado, e ainda tomou café com a ele, e em um descuido de ‘Gonzaga’, Alciene aplicou golpe ‘mata-leão’ nele, em seguida jogou o corpo do idoso no rio e levou a lancha da vítima”, informou o delegado Osman Nasser.

Após ter cometido o crime, ‘Leca’ levou a lancha roubada até as proximidades da cidade de Tapauá, onde a abandonou. O objeto estava pintado e parcialmente afundado, e foi encontrado na tarde da última sexta-feira (12), por populares. Nasser declarou que a equipe policial, formada por policiais civis e militares, encontrou uma lata de tinta vazia ao lado da lancha, e por meio do lote de fabricação do produto, os policiais chegaram ao irmão de Alciene.

“Com base nas informações que já tínhamos, procuramos o irmão do suspeito que nos confirmou que ‘Leca’ havia cometido o crime. O irmão dele informou a localização do jovem, e destacou que o suspeito iria fugir para outro lugar em breve”, argumentou o titular da 64ª delegacia.

‘Leca’ foi preso em flagrante na comunidade Bom Intento, após os policiais se dirigirem ao lugar.

Na sede da 64ª delegacia, ‘Leca’ confessou o crime. O jovem irá permanecer na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça.

Osman Nasser ressaltou que os trabalhos de buscas ainda continuam com objetivo de encontrar o corpo do aposentado que foi jogado no rio por Alciene após o crime.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir