Dia a dia

Jovem que vendia certificados de curso superior e de ensino médio é preso em flagrante na Zona Sul da Capital

 

O jovem cobrava cerca de R$ 2 mil para certificados falsos de nível superior e R$ 600 de Ensino Médio - foto - divulgação/ SSP-AM

O jovem cobrava cerca de R$ 2 mil para certificados falsos de nível superior e R$ 600 de Ensino Médio – foto – divulgação/ SSP-AM

Mayron Cleiber de Araújo Assunção, 24, foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (4) suspeito de falsificar certificados de curso superior e de ensino médio. A prisão ocorreu na residência do infrator no bairro Betânia, Zona Sul da capital.

A prisão foi feita pela Secretaria-executiva-adjunta de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) depois de alguns meses de investigação, a inteligência chegou ate o rapaz que divulgava seu esquema de falsificação de documento público pela internet. Ele foi conduzido para o 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para o procedimento de flagrante.

Na residência onde Mayron foi preso, também funcionava uma gráfica. Que era usada para impressão dos certificados há inclusive certificados dos cursos de direito e engenharia.

No local, de acordo com a secretária-executiva-adjunta de Inteligência, Tâmera Maciel, foram encontrados dezenas de carimbos com os nomes dos gestores das universidades e de escolas públicas. A suspeita, de acordo com Tâmera, é de que ele tenha copiado as assinaturas de certificados originais.

O jovem cobrava cerca de R$ 2 mil para certificados falsos de nível superior e R$ 600 de Ensino Médio. “Estamos investigando o envolvimento de outras pessoas e vamos identificar todos que também adquiriram esse certificado falso, que também podem responder pelo uso de documento falso”, disse.

O crime de falsificação de documento é previsto no Artigo 297 do Código Penal Brasileiro e prevê pena de dois a seis anos e multa para quem “Falsificar, no todo ou em parte, documento público, ou alterar documento público verdadeiro”.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir