Dia a dia

Jovem morre após ser agredido pelo ‘amigo’ durante festa de aniversário, na Zona Oeste

O estudante comemorava seu aniversário de 22 anos, quando foi morto pelo 'vizinho' - foto: Reprodução/Facebook

O estudante comemorava seu aniversário de 22 anos, quando foi morto pelo ‘vizinho’ – foto: Reprodução/Facebook

Durante uma festa de comemoração do próprio aniversário, o estudante Geovane Passos Paulino, 22, morreu vítima de agressão física, praticada pelo ‘amigo’ e vizinho Ivan Maia Félix de Oliveira, conhecido como ‘Ivon’, 31.

De acordo com a família da vítima, os dois estavam consumindo entorpecentes e tiveram um desentendimento. Eles brigaram e o suspeito bateu várias vezes a cabeça da vítima contra uma parede. Um outro homem identificado apenas como “Bartigo”, é acusado de participar do fato.

O crime ocorreu na rua da casa dos envolvidos, no beco São Francisco, rua Castelo Branco, bairro Compensa 2, Zona Centro-Oeste, por volta das 8h de ontem. A vítima chegou a ser levada ao Serviço de Pronto-Atendimento (SPA) Joventina Dias, mas já estava sem vida.

Após matar Geonave, “Ivon” teria se armado de uma faca e ameaçado matar os irmãos da vítima de 14 e 15 anos. Ele foi detido por populares e preso pela guarnição policial da 8ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que atende a área.

Conforme a irmã de Geovane, Raquel Passos, 17, após matar a vítima, o suspeito ameaçou esfaquear os outros dois irmãos de Geovane. “Geovane esperou a mamãe dormir e saiu. Eles estavam comemorando o aniversário dele. Já tinha amanhecido quando bateram na porta de casa para informar o que havia ocorrido. Meus irmãos saíram para ver. Ao tentar se aproximar de Geovane, meus irmãos foram ameaçados de morte pelo ‘Ivon’ que estava com uma faca. Eles recuaram por medo”, explicou.

Abalada com a perda do filho, a mãe de Geovane não quis comentar o crime. Os policiais militares da 8ª Cicom informaram que não tinham autorização para passar informações da ocorrência para imprensa. Eles apresentaram “Ivon” no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP), onde foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio.

A delegada plantonista do 19º DIP, Juliana Viga informou que o suspeito prestava depoimento e não poderia dar mais detalhes sobre o caso.

Por Thais Gama/do AGORA

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir