Política

José Ricardo vai disputar eleições internas do PT

O deputado frisou ainda que é preciso avançar nas políticas e propostas do PT – Fotos: Divulgação

O deputado estadual José Ricardo Wendling (PT) aceitou o convite da militância petista para concorrer à direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT). O parlamentar conta com apoio dos ex-vereadores Bibiano Garcia e Waldemir José e lança sua chapa nesta segunda (6), às 15h, na sede do partido, data limite de inscrições.

A eleição para as zonais e chapas municipais e estaduais acontecerá dia 9 de abril, das 9h às 17h, por meio do Processo de Eleição Direta (PED), em local ainda a ser definido pela comissão organizadora.

Para Wendling, os partidos políticos têm papel fundamental na mudança do comportamento da sociedade e do sistema político brasileiro. Ao disputar a direção do PT, o deputado acredita estar levando uma proposta de mudança, principalmente, aos trabalhadores, trazendo de volta às ruas os movimentos sociais e as bandeiras que já fazem parte da história do Partido.

“Temos erros que precisamos corrigir, mas com certeza temos muito mais acertos que contribuíram para melhorar a vida de milhões de brasileiros e brasileiras, em especial, de amazonenses”, afirmou, destacando que programas, como o ‘Minha Casa, Minha Vida’, ‘Luz para Todos’ e ‘Pronatec’, além da prorrogação da Zona Franca de Manaus.

O deputado frisou ainda que é preciso avançar nas políticas e propostas do PT. Ele esteve coordenando no Amazonas o movimento ‘Muda PT’, com a participação de várias tendências do Partido dos Trabalhadores, com a finalidade de traçar estratégias de mudança da legenda.

“O PT precisa mudar. Mas é urgente uma recondução do Partido as suas origens e o seu envolvimento com as demandas da sociedade. Por isso, meu nome está disposição para disputar a direção estadual”.

PED

A partir deste ano, o Processo de Eleição Direta do PT acontecerá de dois em dois anos, com a finalidade de renovar a direção do PT em todas as instâncias partidárias. No dia 9 de abril, não será eleito diretamente nem o presidente estadual e nem o nacional. O estadual será escolhido pelo conjunto de delegados eleitos pela Chapa Estadual, no Encontro Estadual do Partido, que acontece em maio. Já o presidente Nacional, será escolhido pelo conjunto de delegados eleitos nos encontros estaduais, no VI Congresso Nacional do PT, em junho.

Na cidade, o Partido conta com cerca de 16 mil filiados e nas últimas eleições internas participaram do pleito aproximadamente 9 mil eleitores.

Com informações da assessoria

1 Comment

1 Comment

  1. Francisco De Assis loureiro

    5 de março de 2017 at 18:40

    Cadê meu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir