Sem categoria

José Ricardo oficializa pré-candidatura à prefeitura de Manaus

O evento serviu, ainda, para "alfinetar" o governo interino do presidente Michel Temer e a atual gestão do prefeito Arthur Neto -  foto: Márcio Melo

O evento serviu, ainda, para “alfinetar” o governo interino do presidente Michel Temer e a atual gestão do prefeito Arthur Neto – foto: Márcio Melo

A pré-candidatura à prefeitura de Manaus do então deputado estadual José Ricardo pelo Partido dos Trabalhadores (PT) Foi oficializada, na tarde desta segunda-feira (20). A reunião oficial foi realizada  da sede do partido – na avenida Constantino Nery,  bairro Presidente Vargas­ – e teve a presença dos vereadores Waldemir José e Bibiano, além do presidente do PT Waldemir Santana. O evento serviu, ainda, para “alfinetar” o governo interino do presidente Michel Temer e a atual gestão do prefeito Arthur Neto.

Nos discursos de apresentações, todos reforçaram o mesmo – que este é o momento oportuno, para falar à sociedade sobre todos os benefícios que o PT trouxe para à população. José Ricardo iniciou o discurso decretando que o desejo é de fazer uma administração em sintonia com a sociedade, para que esta, ajude a decidir como será investido o dinheiro público.

Na oportunidade, José Ricardo lembrou que o atual prefeito não priorizou a cidade e o povo e enumerou promessas: “Ele fez um retrocesso na área da saúde; nosso sistema de transportes é um dos piores do Brasil e humilha a população; não constroem escolas há um bom tempo, cerca de 1/3 das estruturas são alugadas; não existe política municipal de educação, nem para as mulheres e os jovens. A cidade está na mão de uma empresa de água, que deixou,  na semana passada, metade da cidade sem água”.

Sobre a possibilidade do PT recuar e haver a necessidade de escolha da pré-candidatura de José Ricardo em outro partido, ele afirma estar seguro e comenta: “O PT já tomou sua decisão, conforme processos e instâncias. Não há decisão diferente e nem deve ter, por conta de todos os objetivos do partido, além da estratégia do PT nacional, que vai lançar candidatos em todas as capitais”.

Ao referir-se sobre o envolvimento do partido na operação Lava-Jato, José Ricardo foi breve. “No PT do Amazonas não há nomes envolvidos nas investigações. A  oposição que tem que se explicar”, disse, ao explicar, ainda, que o PT tem parceria apenas com os partidos que, explicitamente, se posicionam contra o golpe, como PSDB, PDT, PSOL e PST. Sobre a possibilidade de apoio à REDE, Waldemir José, explicou que o partido tem apenas “personalidade” contra o golpe.

Por Fabiane Moraes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir