Política

José Ricardo diz que PT lançará candidato ‘cabeça de chapa’ e descarta ser vice

José-Ricardo-foto: Asafe Augusto

O pré-candidato esteve na sede do Jornal Amazonas EM TEMPO, nesta quinta-feira – foto: Asafe Augusto

O deputado estadual e pré-candidato à prefeitura de Manaus, José Ricardo (PT), afirmou, nesta quinta-feira (21), que o Partido dos Trabalhadores já definiu que disputará as eleições de 2016 com um candidato cabeça de chapa, distanciando qualquer possibilidade de ser vice de Eron Bezerra, do PCdoB. Ao contrário do petista, Bezerra afirmou que não se importa em ser vice na chapa majoritária, caso o Partido Comunista e o PT decidam desta forma.


“O partido colocou que terá uma aliança com o PCdoB e Eron já disse que não tem nenhum problema em ser vice. Já tomamos uma decisão. Os dois partidos andam juntos há muito tempo”, disse José Ricardo ao destacar que ser for eleito, terá uma grande preocupação com a mobilidade e transporte coletivo. O que classificou como uma ‘bomba’.

O pré-candidato esteve na sede do Jornal Amazonas EM TEMPO, nesta quinta-feira (21), onde foi recebido pelo diretor de redação, Mário Adolfo, e pelo diretor executivo, João Bosco Araújo.

Conforme o petista, se os partidos não chegarem a um consenso, o PT terá que buscar um nome dentro do próprio partido para compor uma chapa ‘puro sangue’. “Até a convenção, que será no dia 30 deste mês, seguiremos com as conversações, junto com o PCdoB para definirmos a questão do vice”, disse o parlamentar ressaltando que o esperado é que a aliança entre os dois partidos prossiga.

Apesar dos escândalos no governo federal, envolvendo alguns nomes do partido, o deputado afirmou que o PT deveria lançar candidatos ao pleito deste ano em todo Brasil. “O partido deve sim lançar candidato em todo o Brasil. Não é para defender bandidagem e corrupção, mas sim os projetos do PT em relação aos avanços sociais e olhar pelo mais pobre”, disse o pré-candidato, destacando que o foco do debate municipal não será a Lava-jato e sim os problemas da cidade.

Em relação ao discurso de ‘nova política’, propagado por muitos candidatos ao pleito deste ano, José Ricardo afirma que o povo está querendo é que se diga a verdade e trabalhe com transparência. “Não existe uma nova forma de fazer política. Existe a forma correta, e é nessa em que vamos trabalhar”, salientou.

De acordo com o petista, a parte do orçamento do município que é destinada a investimentos é pequena, por isso, ele afirma que algumas questões serão revistas, como os contratos e licitações com altos valores. Segundo ele, para os problemas de moradia, mobilidade urbana e transporte coletivo a forma será buscar recursos para os investimentos e melhorias. “O recurso é pouco, mas temos que trabalhar na eficiência dele”, pontuou.

Por Asafe Augusto

1 Comment

1 Comment

  1. APJr

    22 de julho de 2016 at 09:22

    O PT não é um partido, PT É UMA QUADRILHA DISFARÇADA DE PARTIDO, onde a esperança foi sobrepujada pelo cinismo e o cinismo foi sobrepujado pelo escárnio !!! O PT não é um partido, o PT é uma horda que, aproveitando-se da boa-fé dos mais simples, encastelou-se no poder !!! CHEGA DE SAFADEZA, CHEGA DE CORRUPÇÃO, CHEGA DE SEM VERGONHICE … PT NUNCA MAIS !!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir