Sem categoria

José Melo repudia ato de PM’s e pede exoneração de policiais agressores

ECO_B1_GOVERNADOR-JOSÉ-MELO_DIVULGAÇÃO

A declaração foi dada durante a apresentação das 21 metas do Plano Estadual de Educação (PEE) na sede do governo, nesta quarta-feira – foto: divulgação

O governador José Melo afirmou, na manhã desta quarta-feira (13), que pediu a exoneração de três policiais militares envolvidos na agressão contra uma adolescente de 15 anos e dois rapazes de 18 e 22 anos, na madrugada do último dia 5, na comunidade Jesus me Deu, localizada na Zona Norte de Manaus.

A declaração foi dada durante a apresentação das 21 metas do Plano Estadual de Educação (PEE) na sede do governo, na avenida Brasil, bairro Compensa, Zona Oeste, onde Melo também repudiou o ato que PM’s organizaram na noite de ontem (12).

Vários policiais militares se reuniram na noite desta terça-feira, em frente à casa de um cabo, localizada na mesma comunidade em que os jovens foram agredidos, para protestar contra as ameaças que o mesmo diz estar sofrendo por parte de traficantes do bairro. O trio de PM’s  até então, havia sido afastado e estava atuando na área administrativa da polícia.

O chefe do executivo não viu a manifestação ‘com bons olhos’ e chamou o ato de aberração. “A Polícia Militar é para estar nas ruas dando garantia para os servidores e para população. Não é para fazer protesto, obstruir ruas e impedir o direito de ir e vir dos moradores”, disse Melo, acrescentando que medidas judiciais serão tomadas contra os agressores.

Plano Estadual de Educação

José Melo apresentou, ainda na manhã desta quarta-feira, o Plano Estadual de Educação (PEE), composto por 21 metas educacionais que deverão ser adotadas nos próximos dez anos para impulsionar a educação no Amazonas.

O PEE deverá ser votado pelo Poder Legislativo Estadual e entrar em vigor na forma lei e está disponível no site http://www.pee.am.gov.br para sugestões e aprimoramentos até o dia 19 de maio, quando será realizado o dia ‘D’ de debates nas escolas da rede pública e instituições regionais.

No dia no dia 29 de maio, uma grande audiência pública, no Studio 5 Centro de Convenções, Zona Sul, a partir da 8h. Com tudo isso, o Plano Educacional tem a previsão de ficar concluído até 24 de junho.

Por Cecília Siqueira (especial EM TEMPO Online)

 

2 Comments

2 Comments

  1. jose ribeiro

    13 de maio de 2015 at 21:20

    Expulsar um PM dá um trabalho danado, se fosse fácil era bom demais. Não adianta o Secretário de segurança e Governador querer, se a justiça entende que os PMs tem todo o direito de defesa. SÓ A JUSTIÇA PODE DIZER SE FICA OU SE SAI.

  2. jeronimo

    13 de maio de 2015 at 18:09

    Vergonha deste Governador. Enquanto se preocupa em exonerar policiais fica nomeando parentes nde Desembargadores, filho da Preseidente do Tribunal, filha do desembargador Ary Moutinho entre outros. Isto é enxugar a máquina, sem falar dos 06 secretários extraordinários conhecidos como aspones.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir