Dia a dia

José Melo e o novo reitor da Ufam tratam de parcerias para o desenvolvimento do AM

O encontro aconteceu na sede do Governo do Amazonas, na Compensa, Zona Oeste de Manaus – fotos:  Bruno Zanardo/Secom

O governador do Amazonas, professor José Melo (Pros), recebeu, na tarde desta segunda-feira (17), o reitor recém-eleito da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Sylvio Puga. Em pauta, parcerias que fortaleçam o desenvolvimento socioeconômico do Estado, através da exploração do potencial de recursos naturais da região.

O encontro aconteceu na sede do Governo do Amazonas, na Compensa, Zona Oeste de Manaus, e contou com a presença do vice-reitor, Jacob Cohen, e de professores da instituição de ensino superior. Eleitos em 30 de março, os novos membros da administração devem assumir a Ufam no próximo dia 4 de julho.

Sylvio falou que o apoio da administração estadual será essencial

De acordo com o governador, a parceria com a universidade será um pilar essencial para a o desenvolvimento de tecnologias voltadas para o fortalecimento da Nova Matriz Econômica Ambiental. “O estudo gerado pelas mentes nas universidades alicerçam a proposta do Governo do Amazonas em explorar os nossos recursos naturais de maneira sustentável e criar uma nova veia econômica para o Estado”, afirmou.

José Melo ressaltou a importância da parceira em setores essenciais, como a Saúde, e citou o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) como exemplo. “Sofremos muito quando a unidade ficou parada, pois ela oferece serviços de excelência para a nossa população e é uma grande aliada do sistema público”, explicou.

Com a intenção de expandir a Ufam para novos municípios do interior, o reitor eleito Sylvio Puga falou que o apoio da administração estadual será essencial para que as metas de sua gestão, que segue até 2021, se concretizem, a exemplo da criação de novos cursos de pós-graduação e a oferta de mais vagas para os estudantes.

“Não dá para a universidade crescer e se manter sozinha e isolada. É preciso que ela converse com as outras instituições, forme parcerias publico-privadas, apoio e viabilize o surgimento de novas tecnologias e, assim, ajude no desenvolvimento do Estado em que está inserida, neste caso, o Amazonas, que possui um grande potencial”, disse o reitor.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir