Mundo

Jornalista do Washington Post é libertado pelo Irã

O jornalista irano-norte-americano do Washington Post Jason Rezaian e o sacerdote irano-norte-americano Said Abdeini estão entre os quatro binacionais iranianos libertados pelo Irã no quadro de uma troca de prisioneiros, informou hoje (16) a agência Fars.

Um pouco antes, o procurador de Teerã, Abbas Jafari Dolatabadi, tinha anunciado a libertação de “quatro presos iranianos binacionais” no quadro de uma troca de prisioneiros, sem referir a sua identidade.

Uma fonte citada pela televisão estatal disse que sete presos iranianos detidos em prisões norte-americanas seriam libertados em troca dos quatro binacionais.

De acordo com a mesma fonte os quatro libertados pelo Irã são: Jason Rezaian, Said Abdeini, o ex-fuzileiro Amir Hekmati e Nosratollah Kosravi.

O nome deste último aparece pela primeira vez. A agência oficial iraniana Irna indicou que o quarto libertado era Siamak Namazi, empresário irano-norte-americano sediado no Dubai.
Rezaian foi detido em julho de 2014 e acusado de espionagem. Ele foi condenado no final de 2015 a uma pena cuja duração nunca foi divulgada. Hekmati também foi acusado de espionagem.

Irã e Estados Unidos cortam relações diplomáticas em 1980. As relações entre os dois países melhoraram após a conclusão do acordo sobre o programa nuclear iraniano em 14 de julho, em Viena, entre o Irã e as grandes potências.

O anúncio da libertação dos presos acontece quando o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o seu homólogo iraniano, Mohammad Javad Zarif, estão reunidos em Viena para anunciar a aplicação do referido acordo.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir