Esportes

Jogos da Copa do Brasil definem brasileiros na Sul-Americana

Os três últimos representantes brasileiros na Copa Sul-Americana-2015 serão conhecidos nesta quarta-feira (22), quando acontecerão os jogos de volta da terceira fase da Copa do Brasil. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) distribui seis de suas oito vagas na Copa Sul-Americana aos melhores colocados do Brasileiro-2014, que não foram para a Libertadores e que não chegaram as oitavas de final da Copa do Brasil.

Assim, os derrotados dos confrontos entre Santos e Sport e Ponte Preta e Coritiba estarão classificados para o torneio sul-americano. No primeiro jogo, o time pernambucano venceu o Santos por 2 a 1 e precisa de um empate para continuar no mata-mata brasileiro. Mesma situação vive a equipe paranaense.

O Santos foi o nono colocado no Brasileiro-2014, enquanto o Sport terminou em 11º. Já o Coritiba ficou em 14º lugar. A Ponte Preta ocuparia a 18ª posição – subiu no ano passado.

As outras quatro vagas destinadas aos clubes que disputam o Brasileiro já estão preenchidas: Atlético-PR (oitavo colocado no Brasileiro e eliminado na 2ª fase da Copa do Brasil), Goiás (12º colocado no Brasileiro e eliminado na 3ª fase da Copa do Brasil), Chapecoense (15º colocado no Brasileiro e eliminado na 2ª fase da Copa do Brasil) e Joinville (campeão da Série B e teoricamente o 17º colocado no Brasileiro e eliminado na 1ª fase da Copa do Brasil).

As outras duas vagas na Copa Sul-Americana são destinadas ao campeão da Copa Verde-2014 (Brasília) e ao campeão da Copa do Nordeste (Ceará). Porém, caso o Ceará avance para as oitavas de final da Copa do Brasil, a vaga da competição pode ficar com o vice-campeão Bahia ou até mesmo com o Vitória, terceiro colocado.

O Ceará encara o Tupi-MG na terceira fase da Copa do Brasil, enquanto o Bahia enfrenta o Paysandu. Se os dois avançarem, o Vitória herda a vaga na Copa Sul-Americana.

No primeiro jogo, o Ceará empatou com o time mineiro por 0 a 0, fora de casa. Já o Bahia foi derrotado pela equipe paraense por 3 a 0, no Mangueirão, em Belém.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir