Mundo

Japão relembra os 70 anos da bomba atômica

O Japão inicia nesta quinta (6) as cerimônias em lembrança das vítimas dos ataques nucleares sofridos na Segunda Guerra Mundial.

Lançadas pelas Forças Armadas dos EUA, a primeira bomba, jogada em Hiroshima, no dia 6 de agosto de 1945, matou 130 mil pessoas. A segunda, atirada em Nagasaki, três dias depois, deixou 220 mil mortos.

O número exato de vítimas, porém, é motivo de discussão entre os dois países. Não se sabe quantas mortes ocorreram indiretamente, devido à radiação liberada pelos artefatos.

Frutos de uma corrida armamentista que envolveu Alemanha, União Soviética, EUA e Japão, os ataques são os únicos usos, até o momento presente, de tecnologia nuclear durante um conflito armado.

As bombas jogadas sobre Hiroshima e Nagasaki precipitaram a rendição do Japão às forças aliadas, encerrando assim a Segunda Guerra Mundial -a Alemanha já havia se declarado derrotada três meses antes.

Majoritariamente norte-americanas, as forças aliadas enfrentaram diversas batalhas -com muitas baixas de ambos os lados- no chamado front do Pacífico para reverter as conquistas territoriais do Império Japonês, que incluíam Filipinas e parte do Sudeste Asiático e da China. As conquistas das ilhas Marianas, de Iwo Jima e de Okinawa se provaram essenciais para os ataques sobre Hiroshima e Nagasaki.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir