Política

Janot rebate advogados e diz que não há distorção nas investigações da Lava Jato

 

Rodrigo-Janot

Janot disse que os advogados têm o direito de se expressarem – foto: divulgação.

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, rebateu hoje (26) a carta na qual advogados de investigados da Operação Lava Jato criticaram a condução das investigações.

Janot disse que os advogados têm o direito de se expressarem, mas considerou o documento como técnica de defesa. Foi a primeira manifestação do procurador após a divulgação da carta.

 

“Não vi distorção alguma e também não ouvi ninguém negar o fato criminoso imputado a essas pessoas”, disse Janot a jornalistas, ao deixar sessão do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

 

No dia 15 de janeiro, mais de cem advogados publicaram em diversos jornais do país uma carta aberta em que criticaram a Lava Jato. Além disso, as defesas do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do empreiteiro Marcelo Odebrecht criticaram, por meio de petições, as degravações de depoimentos de delação premiada de investigados que os incriminaram.

 

Por Agencia Brasil

1 Comment

1 Comment

  1. Luiz

    26 de janeiro de 2016 at 16:36

    O povo precisa ir as ruas e protestar pela saida da Presidente pois mão existe no Brasil politicos nem partidos políticos interessados em derrotar o PT e unir os brasileiros para reconstruir o país.
    Alem disso,
    Tudo o que brasileiro faz é mal feito.
    Brasileiro não sabe o que é planejamento.
    Brasileiro adora fazer apologia do mau caráter.
    Brasileiro é mal-educado e arrogante por opção.
    Brasileiro é um povo de fácil manipulação pela comprometida mídia do país e pelo seu governo corrupto devido ao excesso de ignorância e estupidez.
    A maioria dos brasileiros só conhece uma emissora de televisão. Naturalmente a pior de todas.
    Brasileiro não tem nenhum senso cívico sendo portanto individualista e predador.
    O Brasil não cresce, não melhora, só piora devido a mentalidade atrasada de seu ridículo povo.
    Até os protestos que raramente fazem são ridículos porque combatem efeito e não causa.
    A causa é o mau governo que nunca é devidamente focado nos raros protestos que fazem. A estupidez, ignorância e arrogância os cega e por isso não percebem a diferença. O sistema de saúde, educação e transporte estão sendo destruídos. As contas públicas vandalizadas, a Petrobras fraudada.
    A politica externa é uma piada, não existe politica energética e em seu lugar só um caos energético.
    O país não cresceu quando todos os demais paises cresciam e continua sem crescer porque nossos índices de crescimento mesmo maquiados são ridículos e agora negativos. A corrupção foi implantada no Brasil em todos os níveis de administração e de governo, inclusive no judiciário.
    Em todos os rankings mundiais de boa performance sejam sociais economicos ou ambientais o Brasil ocupa os últimos lugares e continua despencando.
    Esse e o maravilhoso brasil de Lula e Dilma. Caos e corrupção, corrupção e caos!
    A maldição da ignorância é que a vítima sequer desconfia da sua existência.
    Copa do mundo de futebol e Olimpicos são a mãe de todas as maldades que se pode fazer para os pobres
    de um pais como o Brazil, devido a ineficiência e alto índice de corrupção dos controladores de tais eventos.
    E os brasileiros trabalharam de graca para a FIFA, organizacao, rica, corrupta e imoral. E o idolo do futebol, Ronaldo ajudou a FIFA a explorar a idiotice dos brasileiros, os volun-otarios.
    Naturalmente a maioria dos brasileiros não se dão conta de nada disso pelos motivos expostos anteriormente.
    Nem o fato de serem tratados como animais nos transportes públicos, de serem humilhados nos serviços de saúde tanto público quanto privado, de viverem um caos na segurança pública, os faz cair na realidade. Agora mesmo o Rio de Janeiro vive total caos no sistema de saude, mas nao falta dinheiro para as Olimpiadas, que so beneficia os ricos. Pobre sequer pode pagar ingresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir