Esportes

Jadson recebe proposta de time chinês e deve deixar Corinthians

Jadson Corinthians

Autor de 13 gols no Brasileiro, Jadson foi também o líder de assistências do torneio. A possível saída dele frustraria os planos de Tite e da direção corintiana, que veem na manutenção do elenco o grande trunfo para 2016. foto: divulgação.

O meia corintiano Jadson recebeu proposta do Tianjin Songjiang, equipe chinesa dirigida por Vanderlei Luxemburgo, e está inclinado a se transferir para a Ásia. Além de vínculo longo, o Tianjin oferece um salário de aproximadamente R$ 1,2 milhão por mês.

De acordo com pessoas próximas do jogador, os valores apresentados pelo time da segunda divisão da China são superiores ao que ele recusou no início do ano, quando foi procurado pelo Jiangsu Sainty. A ideia de Jadson, cujo contrato com o Corinthians vence em agosto, é de aceitar desta vez. Já há representantes da empresa Think Ball, que o representa, em território chinês.

Nos últimos dias, a situação do meio-campista foi assumida pelo presidente corintiano Roberto de Andrade, que está preocupado com os chineses. É ele quem conversa diretamente com Marcelo Robalinho, empresário de Jadson, a respeito da possibilidade de transferência. O Corinthians tem intenção de renovar o contrato, mas o estafe de Jadson deseja um vínculo longo, que ofereça maior estabilidade.

Aos 32 anos, ele está prestes a jogar novamente com Luis Fabiano, reforço já confirmado pelo Tianjin Songjiang. Juntos, ambos foram campeões da Copa Sul-Americana pelo São Paulo. A ideia de Vanderlei Luxemburgo é, além de Luis Fabiano, ter mais dois brasileiros em campo por sua equipe. Alexandre Pato e Geuvânio são os nomes comentados.

Autor de 13 gols no Brasileiro, Jadson foi também o líder de assistências do torneio. A possível saída dele frustraria os planos de Tite e da direção corintiana, que veem na manutenção do elenco o grande trunfo para 2016.

Lateral

De solução emergencial a realidade, Guilherme Arana terminou 2015 com moral elevado no Corinthians. A direção corintiana, neste momento, pensa em valorizar o lateral esquerdo de 18 anos na próxima temporada.

Arana, que recebe aproximadamente R$ 25 mil, terá um reajuste salarial considerável na volta das férias. Pessoas próximas da diretoria acreditam que o ordenado do lateral será quadruplicado para se equiparar ao contrato que tem Malcom, atacante titular e contemporâneo de Arana nas divisões de base.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir