Esportes

‘Jackie Chan’ quer manter faro de gol no Nacional

Pequeno, rápido, habilidoso e bom finalizador, ele chega ao Leão da Vila Municipal para disputar uma vaga no setor ofensivo da equipe - foto: divulgação

Pequeno, rápido, habilidoso e bom finalizador, ele chega ao Leão da Vila Municipal para disputar uma vaga no setor ofensivo da equipe – foto: divulgação

Contratado pelo Nacional às vésperas do Campeonato Amazonense 2016, o atacante Jackie Chan terá o maior desafio de sua curta carreira como jogador de futebol profissional: disputar o primeiro Barezão no time principal. Com apenas 20 anos, ele acumula passagens de sucesso pela base local, onde já vestiu as camisas de Penarol, Tarumã e Fast Clube. No último clube, inclusive, conquistou a Copa Norte juniores no ano passado.

A missão de Jackie Chan não será simples. Pequeno, rápido, habilidoso e bom finalizador, ele chega ao Leão da Vila Municipal para disputar uma vaga no setor ofensivo da equipe, que conta com muitos jogadores rodados e experientes, como Leandro Chaves, Esquerdinha, Nonato e Jones. Apesar da concorrência, o atleta se diz feliz no novo clube, onde recebeu o carinho dos novos companheiros.

“Estou muito feliz em vestir a camisa do Nacional. É um grande clube, com boa estrutura, o que aumenta ainda mais a minha responsabilidade. Já comecei a treinar e desde o primeiro dia senti o clima bom. Fui muito bem recebido, aqui o que vale é o respeito e o trabalho. Quero fazer o que sei de melhor, que é jogar futebol”, afirmou.

Eliminado na Série D do Campeonato Brasileiro por conta do baixo saldo de gols, o Nacional tem em Jackie Chan a esperança de ter um ataque mais efetivo e letal para o Estadual. Em 2015, com apenas 19 anos, o jogador conquistou o título amazonense sub-20 e a vice artilharia da competição. Na mesma temporada, venceu a Copa Norte da categoria, sendo o principal artilheiro do Rolo Compressor no torneio. Apesar do faro de gol, o atleta, que não tem características de centroavante, mas sabe fazer gols como um, espera continuar balançando as redes adversárias.

“Claro que futebol é um esporte coletivo e sozinho não fazemos nada, mas o Nacional tem uma equipe muito unida e eu também pretendo fazer um bom campeonato e manter a minha média de gols, mas para isso sei que preciso trabalhar e muito. Estou muito feliz em fazer parte deste elenco”, ressaltou.

O Nacional de Jackie Chan estreia no Estadual no próximo dia 24, diante do Rio Negro, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima. Atual bicampeão estadual, o “Mais Querido” buscará conquistar seu 44º título a nível local.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir