Sem categoria

Jacaré-açu é encontrado morto em Iranduba e população divide a carne entre si

Um dos maiores predadores das Américas, o jacaré-açu é o maior dos jacarés sul-americanos, pode chegar a medir 6 metros de comprimento - foto: divulgação

Um dos maiores predadores das Américas, o jacaré-açu é o maior dos jacarés sul-americanos, pode chegar a medir 6 metros de comprimento – foto: divulgação

Um jacaré de 3,6 metros foi encontrado na manhã desta terça-feira (16) por um caminhoneiro, em um campo de areia próximo ao porto do município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus). Segundo informações de um morador da região, o homem, não identificado, pegou o animal, que já estava morto, colocou no próprio veículo e jogou o bicho na rua da Indústria, próximo a Praça do Três Poderes, no Centro da cidade.

“O animal já estava morto, o caminhoneiro quando viu o jacaré pegou e colocou em cima do caminhão dele. Quando chegou aqui na via principal, colocou o réptil no chão e a população veio logo pra cima. Eles já mediram o animal e agora estão repartindo a carne entre si”, disse o vigilante Roney, ressaltando que nenhum representante de nenhum órgão ambiental esteve no local para averiguar o ocorrido.

Um dos maiores predadores das Américas, o jacaré-açu também é conhecido como jacaré preto, é o maior dos jacarés sul-americanos, pode chegar a medir 6 metros de comprimento, e é considerado o crocodilo brasileiro, pois é o maior das espécies.

Por equipe EM TEMPO Online

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir