Variedades

Item essencial no vestuário, os sapatos ganham atenção da moda

As mulheres são as “vítimas” preferidas, mas os homens não escapam disso

Dia após dia, somos verdadeiramente “bombardeados” por tanta diversidade de calçados, divididos entre sapatos, botas, sapatilhas, tênis e chinelos, sendo que para cada uma dessas categorias existe outra infinidade de modelos e suas nomenclaturas. As mulheres são as “vítimas” preferidas, mas os homens não escapam disso, cada vez mais se diversifica os modelos de calçados masculinos, sendo que a cor vermelha nos pés foi liberada sem culpa para aqueles que gostam de ousar.

Os calçados ganharam cores e não é mais obrigatório usar sapatos da mesma cor da bolsa, o que vale mesmo é misturar tudo. Claro que deve ter sempre um “elo” entre as peças, mas tudo está bem mais democrático.

Mas, como aliar conforto e beleza e desfrutar de tantas opções? Os sapatos são essenciais na composição do look, mas na hora de comprar, como saber se depois do primeiro uso o par não vai ficar enfiado no fundo do guarda-roupa porque se mostrou desconfortável, apesar de lindo?

Os entendidos em fabricação de calçados alertam que é preciso observar a qualidade dos materiais usados e o acabamento das peças. Além disso, existe o sapato adequado para cada tipo de pé. Talvez o pé não tenha o formato adequado para aquele modelito que você viu na revista nos pés de alguma famosa e que te deixou babando de vontade de ter um.

Vamos ver como isso funciona na prática. Quem tem o peito do pé alto deve optar por modelos mais abertos a fim de que o arco do pé fique livre de pressão. Uma boa opção são os scarpins, peep toes (aqueles que têm uma abertura na ponta), sapatilhas e rasteirinhas. Já aquelas que têm os pés chatos, podem usar e abusar das sandálias com saltos e tiras que prendem bem os pés nas laterais.

Para os pés largos, a opção são os sapatos de sola larga que envolvem os pés sem espremê-los e que tenham a ponta ampla, a fim de não apertar os dedos. Dica: quem sofre com calos e joanetes deve preferir os modelos abertos, com bicos quadrados ou meio arredondados.

Já os pés gordinhos ficam mais elegantes dentro de modelos mais fechados no arco do pé, tais como botinhas de verão ou sandálias de tiras largas. Os pés finos e magrinhos vão bem em calçados fechados, com forro macio e bico mais largo, que não destacam os dedos. As sapatilhas caem como luva nesses casos. Nos pés estreitos cabem todos os modelos; sorte daquelas que os têm.

Para todas vale um conselho: usem sempre o bom senso e avalie a finalidade do calçado. Se é apenas para ir àquela balada e arrasar, talvez valha o sacrifício de espremer os dedos e depois livrar-se do sapato, mas isso não deve ser regra. No dia a dia, priorize sempre o conforto porque isso é cuidar da saúde dos pés e das pernas.

E voltando ao quesito “moda”, os calçados em cores vibrantes estão com tudo, inclusive nos calçados masculinos. As estampas animais continuam em alta e aparecem mescladas com dourado e tecidos florais. Os cristais, fivelas, metais e pedrarias já fizeram os pés das mulheres e são tendência também nas coleções.

As sapatilhas há algum tempo se transformaram em item obrigatório e continuam rainhas, mesmo nos dias mais quentes, e estão disponíveis numa infinidade de modelos e com vários tamanhos de salto, a fim de contentar o gosto de quase todas as mulheres.

As sandálias e peep toes garantem visual diferenciado e são alternativas elegantes que vão bem no trabalho, reuniões e eventos.

EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top