Sem categoria

Irmãs são presas após tentarem golpe em loja no Zumbi

As irmãs foram presas após tentarem aplicar golpe em loja de eletrodomésticos no bairro Zumbi - foto: Josemar Antunes

As irmãs foram presas após tentarem aplicar golpe em loja de eletrodomésticos no bairro Zumbi – foto: Josemar Antunes

As irmãs identificadas como Marcilene Menezes do Nascimento, 27, e Rosilene Menezes do Nascimento, 37, conhecida como ‘Loira’, foram presas no fim da manhã desta sexta-feira (10), após tentarem aplicar golpe durante  a compra de uma TV LCD, em uma loja de eletrodomésticos, localizada na alameda Cosme Ferreira, bairro Zumbi dos Palmares 1, Zona Leste de Manaus.

De acordo com o titular do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), delegado Aldeney Góes, a estelionatária Rosilene, estabelecia um contato com outra pessoa e juntos dirigiam-se a loja para abrir crédito.

“Ela apresentava uma pessoa com uma identidade em nome de outra para abrir credito na loja. Após conseguir a abertura do crediário, a golpista levava o produto”, disse.

Ainda de acordo com o delegado, dois golpes foram aplicados na loja de eletrodomésticos, em bairros diferentes da cidade, onde duas TVs de 32 e 40 polegadas foram levadas. A última ação criminosa foi realizada no dia 4 de julho deste ano. Na ocasião, a ‘Loira’ chegou à loja acompanhada de um homem.

“Durante os procedimentos de cadastro no banco de dados da loja, o endereço informado pela mulher não se confirmava com o cadastro já existente. Em seguida, a vendedora fez atualização no sistema e os dois saíram com uma TV de 32 polegadas”, explicou o delegado.
Após dois dias, um cliente foi até a loja reclamar que havia feito compra em nome dele. A vendedora comunicou à gerência que o reclamante não era a mesma pessoa que estava com a mulher.

Diante da facilidade da abertura do crediário, a mulher voltou a mesma loja, em companhia da irmã, se passando como Vaneli da Silva Pinheiro para realizar mais um golpe.

“A mulher chegou até o vendedor para abrir crédito. Durante os procedimentos de cadastro na loja, o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) não aprovou. Com intuito de ter o crédito aprovado, a mulher apresentou o documento da irmã. Foi quando a vendedora reconheceu a mulher e acionou a polícia”, informou o delegado.

Os policiais militares da 25ª Companhia Interativa comunitária (Cicom), soldados Fortuna e G. Peres – VTR-6364, atenderam a ocorrência. Questionadas pelos policiais sobre as identidades, as mulheres não souberam responder com precisão. Os soldados desconfiaram e encontraram na bolsa vários documentos como – RG, CPF, comprovantes de residências e cartões de crédito em nome de outras pessoas.

O delegado Aldeney Góes disse que espera que mais vítimas compareçam à delegacia e reconheçam a golpista. Quanto ao homem que estava com a ’Loira’ no esquema, já está sendo investigado pela polícia.

As mulheres foram autuadas e indiciadas em flagrante por estelionato e tentativa de estelionato. Após os procedimentos legais, Rosilene e Marcilene foram encaminhadas ao Centro de Detenção Provisória Feminina (CDPF), localizado no quilômetro 8, na rodovia BR-174 – que liga Manaus a Boa Vista.

Por Josemar Antunes

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir