Sem categoria

Iranduba sub-20 decide Liga Feminina contra Adeco, na arena

O time alviverde chega para esta final após vitória dramática em cima do Vasco, na semifinal, disputada na última quarta-feira (22) - foto: divulgação

O time alviverde chega para esta final após vitória dramática em cima do Vasco, na semifinal, disputada na última quarta-feira (22) – foto: divulgação

Dono da melhor campanha e ainda invencível na primeira edição da Liga Feminina de Futebol sub-20, o Iranduba pode entrar para a história no futebol amazonense nesta sexta-feira (24). Às 19h (de Manaus), as “guerreirinhas” do Hulk da Amazônia encaram a Adeco-SP (Associação Desportiva Centro Olímpico), na Arena da Amazônia Vivaldo Lima na grande decisão da competição.

O time alviverde chega para esta final após vitória dramática em cima do Vasco, na semifinal, disputada na última quarta-feira (22). Após buscar empate no tempo normal, o Iranduba bateu as cariocas nos pênaltis e assegurou passagem à decisão. Para a atacante Elisa, a equipe precisa manter a mesma postura adotada durante toda a competição, sem temer as adversárias.

“Nós temos que jogar o nosso jogo mesmo, não temos que mudar pelo fato do jeito que elas jogarem. Vai ser uma partida bem pegada, bem equilibrada, como todos os jogos neste Brasileiro. Vamos tentar fazer o que nós já sabemos, que é finalizar bem, fazer os gols e ganhar”, disse Elisa.

De acordo com a atacante, a Adeco é um time qualificado, com bom toque de bola. Para neutralizar os pontos fortes das rivais, ela aposta numa marcação fechada e saída rápida para o ataque. Outro fator comemorado para jogadora é o público amazonense, que, segundo Elisa, pode ser fundamental nesta decisão.

“É muito bom. Foram oito mil torcedores contra o Vasco. Eu nem imaginava que iria oito mil pessoas num Brasileiro sub-20 feminino, e como nós chegamos na final, acho que dará o dobro. Nós precisamos muito deles, porque, além de nos motivar, é bonito de ver o estádio cheio”, contou a atacante.

Sem medo

Se o Iranduba conta com o apoio da torcida para conquistar o título, a Adeco dá de ombros para a pressão que pode vim das arquibancadas. Segundo a capitã do time paulista, Maressa, o estádio lotado terá pouca influência dentro de campo e também servirá de motivação para as visitantes.

“A expectativa para o jogo de amanhã é de um super público, acho que um jogo bem disputado e que vença o melhor. Não influencia tanto (torcida), mas eu acho que é uma boa, até porque o futebol feminino precisa desse apoio, então a gente fica muito feliz em ter um grande público, mesmo torcendo pelo adversário, mas é sempre bom ter casa cheia”, avaliou Maressa.

Ainda conforme a jogadora do time paulista, a Adeco precisa tomar cuidado com as atacantes alviverdes. “Acompanhamos o primeiro tempo (contra o Vasco). Foi um jogo muito equilibrado, muito forte, onde a equipe do Iranduba mostrou muita força técnica e muita força ofensiva, tem um ataque muito rápido de belas jogadoras, então tem tudo para ser um bom jogo e vamos tentar surpreender elas”, pontuou.

Iranduba e Adeco se enfrentam nesta sexta-feira, às 19h (de Manaus), na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, pela decisão da primeira edição da Liga Feminina de Futebol sub-20. A entrada é gratuita e os portões serão abertos a partir das 15h30. Isto porque, antes da final, Vasco e Aliança-GO disputam o terceiro lugar, às 17h (de Manaus).

Por André Tobias

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir