Dia a dia

IPTU e Alvará 2016 já estão disponíveis para consulta na internet

O maior alvo da cobrança é pelo IPTU, onde a Prefeitura espera reaver R$ 189 milhões de 293 mil proprietários de imóveis – foto: Alberto César Araújo

O maior alvo da cobrança é pelo IPTU, onde a Prefeitura espera reaver R$ 189 milhões de 293 mil proprietários de imóveis – foto: Alberto César Araújo

Contribuintes da Prefeitura de Manaus já podem consultar e emitir suas guias do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Alvará de Funcionamento via internet. O executivo municipal já disponibilizou as informações por meio do endereço eletrônico: http://semefatende.manaus.am.gov.br.

De acordo com o relatório de lançamento da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), para 2016, foi lançada uma base de 529,4 mil cadastros imobiliários tributáveis, o que significa 6.265 imóveis a mais que 2015. A receita estimada com o lançamento é da ordem de R$ 409,7 milhões, 27% maior que o ano anterior.

“Considerando o histórico de inadimplência dos anos anteriores, estimamos uma receita real de pelo menos R$ 200 milhões para este ano. Também pretendemos diminuir o nível de inadimplência em 5%”, disse o subsecretário de Receita da Semef, Francisco Moreira.

Moreira fez questão de lembrar que os contribuintes adimplentes terão a oportunidade de quitar o IPTU 2016 com 15% de desconto. Para isso a cota única deverá ser paga até o dia 15 de março. O imposto também poderá ser parcelado em até dez parcelas, sem desconto.

Alvará

Aproximadamente 74 mil empresas de Manaus deverão pagar a taxa de Alvará neste exercício. Na comparação com 2015, a base de empresas cadastradas aumentou em 6,5%, ou seja, aproximadamente 4,5 mil novas empresas pagarão a taxa. Com o lançamento foi gerada receita estimada de R$ 51,6 mil ao município, 11,7% maior que o ano anterior.

As empresas que estiverem ‘em dia’ com o fisco municipal, poderão pagar a cota única do Alvará com desconto de 10%, mas somente até o dia 5 de fevereiro. A taxa também poderá ser flexibilizada em até cinco vezes.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir