País

Investigado em caso de estupro, jogador liberado quer retomar carreira

O jogador Lucas Pardomo foi liberado no início da noite desta sexta-feira (3) do presídio Bangu - foto: divulgação

O jogador Lucas Perdomo foi liberado no início da noite desta sexta-feira (3) do presídio Bangu – foto: divulgação

O jogador Lucas Perdomo, um dos suspeitos no caso de estupro de uma menina de 16 anos na zona oeste do Rio, foi liberado no início da noite desta sexta-feira (3) do presídio Bangu 10 no Rio.

Perdomo deu entrada no presídio na quinta (2), após passar quatro dias em detenção na Cidade da Polícia, no Jacarezinho, zona norte. “Agora é bola para frente. Ficou provado que sou inocente. Só quero retomar minha carreira”, afirmou Lucas.

Apontado como namorado da vítima, ele disse que não tinha vínculo com a adolescente e não quis falar mais sobre o caso. Familiares esperaram tensos a saída do rapaz.

“Agora não tem mais baile, ele só vai trabalhar”, disse o pai, Silvio César Duarte Santos. Lucas tem a expectativa de voltar a treinar no Boavista. Ele atuava na equipe profissional do clube, da primeira divisão do Rio, mas ainda não sabe se poderá voltar ao elenco. O Boavista chegou a suspender o contrato com o jogador no início da semana.

“O importante é resolver todo esse processo e depois pensa nas outras coisas”, disse Leila Perdomo, mãe do jovem. “A comemoração só vai ser completa quando o nome dele estiver completamente limpo”, o pai.

No dia anterior, a delegada Cristina Bento, titular da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima, responsável pelo caso, afirmou que não tinha provas suficientes para que o jogador continuasse preso.

“Está muito no início para afirmarmos que ele é inocente, mas, até agora, a gente não teve provas suficientes da participação dele, por isso pedi a soltura”, disse Cristiana. “Ele continua envolvido, o caso não acabou.”

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir