Dia a dia

Internos transferidos para Roraima após rebelião no CDP retornaram a Manaus

Os internos retornaram a Manaus e Todos estão mantidos em celas separadas da massa carcerária por medidas de segurança e para evitar possíveis alterações no sistema prisional  - foto: divulgação

Os internos retornaram a Manaus e todos estão mantidos em celas separadas da massa carcerária por medidas de segurança e para evitar possíveis alterações no sistema prisional – foto: divulgação

Os detentos que participaram da rebelião no Centro de Detenção Provisória Masculina (CDP), na última terça-feira (3), já estão de volta a Manaus. A informação é da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap). Fabrício Duarte Araújo, Rômulo Brasil da Costa, Thiago Silva Araújo e Huerdeson Paulino de Melo foram transferidos para Roraima na semana passada e retornaram nesta segunda-feira (9) para a capital amazonense.

De acordo com nota divulgada pela Seap, os internos alegavam que se sentiam ameaçados por traficantes de uma facção rival e para preservar a vida dos homens, uma medida provisória deu todo o apoio para que o Amazonas pudesse resolver o impasse com relação aos internos.

Os quatro detentos foram encaminhados para unidades diferentes: Fabrício está no Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), Rômulo no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em regime fechado, Thiago na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), e Huerdeson retornou para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM). Todos estão mantidos em celas separadas da massa carcerária por medidas de segurança e para evitar possíveis alterações no sistema prisional.

A Seap ainda esclarece que a decisão foi tomada para preservar a vida dos reféns e que a medida era provisória e que a Seap de Roraima deu todo o apoio para que o Amazonas pudesse resolver o impasse com relação aos internos.

 

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir