Esportes

Inter leva virada do Atlético-PR e continua perto do rebaixamento

Com 27 pontos, o Inter ocupa o 16º lugar - foto: Gazetapress

Com 27 pontos, o Inter ocupa o 16º lugar – foto: Gazetapress

O Internacional precisou de apenas um minuto para marcar diante do Atlético-PR, neste domingo (11), em Curitiba, mas não conseguiu vencer a segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro. Dominado, o time gaúcho tomou a virada com falhas individuais na arrancada do segundo tempo e continua bem perto da zona de rebaixamento.

Os dois gols de Pablo, herói do time paranaense na 24ª rodada do Brasileiro, saíram após erros de Seijas e Danilo Fernandes. Antes das falhas, Valdívia se aproveitou de jogada ensaiada para marcar de cabeça para o Inter.

Com 27 pontos, o Inter ocupa o 16º lugar. As derrotas de Vitória e Figueirense é que salvaram o time gaúcho de voltar à zona do rebaixamento nesta rodada. Já o Atlético-PR foi a 36 e está em sexto.

Na próxima rodada, o Atlético-PR visita o Santa Cruz na quarta-feira (14), às 21h (Brasília). Já o Internacional recebe o Vitória, na quinta-feira (15), também às 21h.

Destaque

O atacante Pablo marcou os dois gols do time da casa, um com forte chute e outro de cabeça após falha incrível de Danilo Fernandes. Durante todo o jogo, foi quem mais ameaçou a defesa do Inter.

O jogo

O Inter entrou na Arena da Baixada para resolver o jogo cedo. Além do gol de Valdívia, logo no primeiro minuto, o time gaúcho aplicou marcação alta e teve controle absoluto do duelo. Mas, antes do intervalo, levou o empate e perdeu no quesito finalizações e posse de bola.

O Inter tinha uma estratégia clara de jogo coletivo, mas o plano ruiu diante de falhas individuais. A primeira foi com Seijas, dentro da área, ao tentar domínio e perder dividida para Hernani. Depois foi Danilo Fernandes, que saiu errado do gol e assistiu Pablo marcar de cabeça. E a terceira foi de Nico López, dentro da pequena área, e que acertou o pé da trave direita.

O Inter buscava o jogo aéreo, com arremessos longos. A cena se repetiu do começo ao fim. O técnico Celso Roth usou marcação alta e tentou tirar o Atlético-PR de perto de sua área. No segundo tempo, contudo, o treinador errou.

Depois de tomar a virada, Roth sacou Seijas e Eduardo Henrique para botar Ceará e Vitinho. Sem eles, o time gaúcho parou de criar e foi para a corrida desenfreada. Roth ainda tentou armar o time com Anderson no lugar de Valdívia, mas não adiantou.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir