Esportes

Inter leva 3 a 0 do Avaí em jogo com troca de árbitro e pênalti polêmico

O Internacional perdeu a primeira sob o comando de Argel Fucks. Foi neste domingo (30), diante do Avaí, no estádio da Ressacada, em partida da 21ª rodada do Brasileiro.

O revés ficou marcado pela substituição na arbitragem: Pericles Bassols deu lugar a Jean Pierre no primeiro tempo. Chamaram a atenção ainda dois pênaltis: um não marcado a favor do Inter e outro a favor do time catarinense. Placar final de 3 a 0 para os donos da casa, gols de Léo Gamalho (duas vezes) e Camacho no final.

Até então, Argel tinha obtido um empate (diante do Cruzeiro, na estreia) e três vitórias. Duas em cima do Ituano, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e mais outra contra o Atlético-PR.

Em uma partida com vários erros técnicos, ritmo irregular em virtude do forte calor, a arbitragem roubou a cena. No começo do jogo, Eduardo Sasha foi empurrado por trás e a arbitragem não deu. Na etapa final, Léo Gamalho e Paulão dividiram bola no ar e a falta foi assinalada.

Uma decisão foi tomada por Pericles Bassols e a outra por Jean Pierre. O primeiro deles precisou ser substituído aos 33 min do primeiro tempo, por conta de dores na panturrilha direita. Foi graças a esse problema que a parada técnica ocorreu e os times puderam se reidratar.

Com o resultado, o Inter fica nos 28 pontos e pode perder duas posições no complemento da rodada. Já o Avaí chega aos 23 pontos, mas também precisará acompanhar os demais jogos do domingo para saber sua posição final.

Partida

O Internacional começou intenso e muito superior ao Avaí, com três boas chances de gol (Sasha, D’Alessandro e Vitinho), além de um pênalti claro em cima de Sasha, dentro da pequena área, que não foi marcado.

Mas depois dos 20 min, tudo ficou equilibrado e os donos da casa até terminaram melhor. Léo Gamalho perdeu duas ótimas oportunidades.

A etapa final teve ritmo bem inferior, até por conta do forte calor. O time gaúcho tentou decidir o jogo logo na volta do intervalo e acertou o travessão, em bela finalização de Sasha, mas não conseguiu.

Pior do que isso ocorreu aos 29 min, quando Léo Gamalho caiu na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o camisa 30 fez 1 a 0. Dez minutos depois, em contra-ataque, o Avaí fez de novo com Léo Gamalho e decidiu o jogo. Aos 30, Camacho ainda ampliou.

Avaí

Vagner; Nino Paraíba (Pablo), Antonio Carlos, Emerson e Lucas Lovat; Adriano, Eduardo Neto, Camacho e Marquinhos (Anderson Lopes); Rômulo (Tinga) e Léo Gamalho
T.: Gilson Kleina

Internacional

Alisson; William (Anderson), Paulão, Ernando e Geferson; Rodrigo Dourado, Nilton (Wellington), D’Alessandro e Valdívia (Rafael Moura); Sasha e Vitinho
T.: Argel Fucks

Estádio: Ressacada, em Florianópolis
Árbitro: Pericles Bassols Cortez (RJ)
Cartões amarelos: Nino Paraíba, Lovat (A); D’Alessandro, Paulão (I)
Gols: Léo Gamalho (A), aos 29 min e aos 39 min do 2º tempo; e Néstor Camacho (A), aos 50 min do 2º tempo

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir