Sem categoria

Integrantes do movimento LGBT protestam na frente da Aleam contra mudança no PEE

Com faixas e cartazes, eles protestam contra troca, no PEE, do ter ' ideologia gênero' para 'diversidade' – fotos: Henderson Martins

Com faixas e cartazes, eles protestam contra troca, no PEE, do ter ‘ ideologia gênero’ para ‘diversidade’ – foto: Henderson Martins

Integrantes do movimento de Gays, Lésbica, Travestis, Transexuais e Transgêneros (GLBT) realizam a manhã desta quinta-feira (25) uma manifestação em frente à Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Com faixas e cartazes, eles protestam contra troca, no Plano Estadual de Educação (PEE), do ter ‘ ideologia gênero’ para ‘diversidade’, ocorrido ontem, após discussão entre os deputados, o fórum de educação e o secretário da pasta, Rossiele Soares.

Para o representante dos manifestantes, o estudante de filosofia da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Lucas Rodrigues, com a retirada do termo ‘ideologia de gênero’, a classe tende a continuar sofrendo preconceitos.

“Não sei dizer pra quem foi ‘significativa’ essa mudança, pois nós continuamos sofrendo com essa falta de apoio e de respeito”, lamentou o estudante.

ALEAM

Para o secretário de educação, Rossiele Soares, a questão de ideologia de gênero debatida no PEE atrapalhou a verdadeira discussão.

“Em pronunciamento, o ministro da educação afirmou que todo esse questionamento atrapalhou em quase um ano o andamento do plano nacional, não existe um favorecimento à homossexualidade, existe uma questão de respeitar a diversidade e isso era a proposta do plano”, afirmou o secretário.

Apesar de todo o tumulto dos manifestantes do movimento LGBT em frente à assembléia legislativa, a aprovação do projeto de lei do Plano Estadual de Educação (PEE) com as mudanças do termo de ‘igualdade de gênero’ para ‘o respeito às diversidades’ foram aprovadas pelos deputados em plenário da Aleam com 20 votos a favor.

Por Henderson Martins (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir