Economia

Inflação medida pelo IGP-10 recua em maio, diz FGV

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) aumentou 0,52% em maio, inferior à taxa de abril, que foi 1,27%, informou o Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), unidade da Fundação Getulio Vargas (FGV).

O IGP-10, que registra a inflação de preços de matérias-primas agrícolas e industriais, bens e serviços finais, mede a evolução de preços do dia 11 do mês anterior (abril) ao dia 10 do mês de referência (maio). Compreendendo toda a população, sem diferenciar nível de renda, o IGP-10 serve de base para os reajustes de tarifas públicas, de parte dos contratos de aluguel e de seguros de saúde (contratos mais antigos).

Em maio de 2014, a variação foi 0,13%. Em 12 meses, o IGP-10 registrou alta de 3,86%. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), uma das bases de cálculo do IGP-10, variou 0,53%, em maio. Em abril, a variação foi 1,45%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), outra base de cálculo do IGP-10, registrou variação de 0,57%, em maio. Em abril, a taxa foi 1,01%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), outra base do IGP-10, atingiu, em maio, taxa de 0,37%. Em abril, a taxa foi 0,69%.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir