Esportes

Inédito: Iranduba garante vaga nas semifinais do Brasileirão após empate com Flamengo

O Iranduba empatou em 1 a 1 com o Flamengo na Arena da Amazônia – fotos: Michael Dantas

Em busca de uma vaga nas semifinais da Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, o Iranduba empatou em 1 a 1 com o Flamengo, na noite desta quarta-feira (21), na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, bairro Flores, Zona Centro-Sul de Manaus. O duelo foi válido pelo jogo de volta das quartas de finais da competição.

A meia-atacante e camisa 10 irandubense, Mayara, marcou para o Hulk da Amazônia. E, com uma cabeçada mortal, a zagueira Tânia Maranhão foi às redes pelo Flamengo.

O jogo

Na etapa inicial, mesmo com vantagem do empate, o Iranduba dominou o Flamengo e pressionou. As cariocas exploraram o pouco espaço e ligaram alguns contra-ataques. Dany Helena por pouco não abriu o placar aos 8 minutos e Kamilla mandou uma bola na trave aos 31.

O duelo foi válido pelo jogo de volta das quartas de finais da competição

Aos 26, em seu dia de “garçom”, a atacante Dany Helena construiu jogada pela direita e com uma bela enfiada de bola deixou Mayara livre de marcação para estufar a rede: 1 a 0. A goleira Kaká tentou defender, mas o chute foi no ângulo. Mas, aos 44, a rubro-negra Tânia Maranhão jogou água no chop dos mais de 15 mil torcedores presentes. Ela aproveitou confusão na área do Iranduba e com uma cabeçada certeira deixou tudo igual: 1 a 1.

No retorno dos vestiários, ambas equipes voltaram mais intensas na busca pelo gol. Nos primeiros cinco minutos foram anulados um gol de cada lado. O Flamengo por pouco não empatou com Bárbara aos 17 e com Flávia aos 19. A goleira Rubi estava em noite iluminada e contava com o empurrão de 15.107 torcedores. Nos minutos finais, o Iranduba ainda tentou explorar contra-ataques, mas o nervosismo na hora das conclusões não permitiu o golpe final e a Arena da Amazônia foi pintada de verde e branco.

Como empatou em 2 a 2 no jogo de ida das quartas de finais, na última quarta-feira  (14), na capital carioca, a equipe baré garantiu vaga nas semifinais da elite nacional e ficando mais perto de figurar na Copa Libertadores da América 2018.

As artilheiras do jogo

Autora do gol que garantiu a inédita classificação do Iranduba da Amazônia para uma fase semifinal da elite do Brasileirão e agora intocável no time de Sérgio Duarte, Mayara classificou os próximos duelos do certame como batalhas.

“Não tem mais jogo fácil, não tem baile, não tem mais aquela de golear. Daqui para frente tudo é uma batalha. Os gols fora de casa serão cruciais para qualquer classificação”, frisou a meia-atacante na saída do gramado concluindo que “Daqui para frente somente haverão jogos difíceis “.

Tânia Maranhão além de lamentar a eliminação exaltou a presença do público na Arena da Amazônia. “O povo em Manaus gosta do futebol feminino. Saber que jogar em uma arena de Copa do Mundo já seria contagiante, ainda mais com um público deste. Lamento a festa não poder ter sido melhor com a nossa equipe sendo classificada. Mas, ano que vem tem mais e nossa equipe vai brigar por este título novamente”, disse.

Responsável pelo susto dado aos amazonenses no jogo, ela admite que faltou precisão nas finalizações. “Alguns momentos nossa equipe até demonstrou muita vontade para brigar pelo resultado, mas faltou calma na hora de decidir. No futebol de hoje não se pode perder chances em jogos decisivos”, encerrou Tânia.

FICHA TÉCNICA
IRANDUBA 1X1 FLAMENGO
Local: Arena da Amazônia, em Manaus
Árbitro: Edmar Santos Encarnação (AM)
Público: 15.107 Renda: 53.010
Gols: Mayara 26 e Tânia Maranhão 44 do 1º
Cartões amarelos: Micaelly e Driely (Iranduba), Bárbara (Flamengo)
IRANDUBA: Rubi; Monalisa, Sorriso, Karen e Letícia; Driely, Djeni, Mari (Cris) e Mayara (Micaelly); Kamilla e Dany Helena (Vitória Almeida)
Técnico: Sérgio Duarte
FLAMENGO: Kaká; Raquel (Pâmela), Carol (Renata), Tânia Maranhão e Ju; Emilião, Rayane (Patrícia), Diane e Flávia, Bárbara e Jane
Técnico: Ricardo Arantes

João Paulo Oliveira
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir