Dia a dia

Indígenas Kokama são removidos por ação da PM em reintegração de posse

A área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas- foto: divulgação

A área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas- foto: divulgação

Um grupo de indígenas da etnia Kokama realizaram um protesto na manhã desta terça-feira (4) na rodovia Manoel Urbano, quilômetro 82, bairro Novo Manacá, em Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus) contra a liminar de reintegração de posse de um terreno particular. No início da operação os indígenas enfrentaram a polícia, mas depois atenderam a ordem e foram removidos, bem como os seus pertences.

Conforme os documentos, a área delimitada pertence a extinta madeireira Madeiral, interditada pela Justiça, que tenciona leiloar o local para sanar dívidas trabalhistas dos ex-empregados da empresa.

Para a ação, cerca de 125 policiais da especializadas do Choque, da Ronda Cândido Mariano (Rocam), Cavalaria, Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), Comando de Operações Especiais (COE) e Grupamento de Radiopatrulhamento Aéreo (Graer), além de 19 viaturas e o helicóptero Águia dois. O contingente do município de Manacapuru, pertencente ao 9º Batalhão da Polícia Militar que participou da ação com 90 policiais.

Por Conceição Melquíades

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir