País

Incêndio no centro do Rio destrói cinco lojas

Bombeiros levaram três horas para controlar o incêndio que destruiu cinco lojas comerciais nas ruas da Alfândega e Senhor dos Passos, na região da Saara (Sociedade de Amigos e Adjacências da Rua da Alfândega), no Rio de Janeiro, no início da manhã desta quinta-feira (7). Cerca de 100 bombeiros de quatro quartéis trabalharam no combate ao fogo. O incêndio não deixou feridos.

O fogo começou por volta das 4h20, em uma loja de artigos infantis, e se alastrou para duas lojas da Papelaria Caçula. Testemunhas contaram que as chamas começaram depois de uma explosão. Segundo os bombeiros, a causa só será conhecida com o laudo da perícia, que deve ficar pronto em 30 dias.

Bombeiros que trabalharam no combate às chamas disseram que as instalações são antigas. A fiação da região é fator que traz riscos de incêndio.

O fogo foi controlado às 8h. Não houve falta de água. “O que não faltou aqui foi água”, disse o coronel do Corpo de Bombeiros Ronaldo Alcântara, que comandou o combate ao fogo.

Embora os lojistas ainda não tenham calculado os prejuízos, o diretor de Comunicação da Saara, Luiz Antônio Bap, disse que o impacto do incêndio será significativo. “O prejuízo é grande. Estamos às vésperas do Dia das Mães, a segunda melhor data  para o comércio.”

De acordo com Roberto Santos, gerente de Marketing da loja Caçula, não há estimativa para reabertura do estabelecimento. Os funcionários serão realocados para outras filiais da loja.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir