Dia a dia

Incêndio de grandes proporções atinge distribuidora no Centro Histórico de Manaus e outros prédios estão em risco

Bombeiros

O incêndio iniciou por volta das 6h30 e já destruiu boa parte do prédio. Bombeiros trabalham no combate às chamas – fotos: Corpo de Bombeiros

Um incêndio de grandes proporções atingiu no início da manhã desta quarta-feira (30) o depósito da Distribuidora Ferraz, na rua Leovegildo Coelho com rua dos Andradas, Centro Histórico de Manaus, próximo à Igreja dos Remédios. O fogo começou pouco depois das 6h30 e consumiu boa parte das estruturas do prédio, botando em risco outros que estão ao seu redor.

Segundo informações do feirante Celino Silva, 28, ouviu-se um barulho semelhante a fogos de artifício vindo do prédio e logo em seguida as labaredas começaram a surgir. O Corpo de Bombeiros chegou cerca de 15 minutos depois para combater às chamas.

Houve ainda uma pequena explosão no prédio e alguns destroços vieram abaixo, assustando as pessoas que começaram a correr com medo do prédio desabar.

fogo-bombeiros

Durante o tumulto, duas mulheres acabaram sendo pisoteadas. Elas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu).

Outras pessoas tiveram celulares roubados por bandidos que se aproveitaram da situação para ‘bater carteiras’ e fazer pequenos furtos. Policiais da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) já estão no local para tentar conter o tumulto.

fogo

A rua Leovegildo Coelho está interditada entre a rua dos Andrada e a rua Miranda Leão. O fluxo está sendo desviado para a rua Coronel Sérgio Pessoa. Outros seis quarteirões de rua foram interditados. O fornecimento de energia foi cortado na área para evitar maiores danos.

Prejuízos

A distribuidora pertence ao deputado estadual Augusto Ferraz (DEM) e segundo ele os prejuízos chegam à casa dos R$ 5 milhões. Ele, porém, diz estar mais preocupado com a segurança dos seus funcionários e dos demais prédios ao lado do seu, como a livraria Disbral, onde imagina-se preliminarmente que o fogo teria iniciado, e a Tropical Multiloja.

Ainda segundo o deputado, o fogo teria se iniciado a partir de um curto-circuito num aparelho de ar condicionado, porém, somente após o laudo técnico a hipótese poderá ser comprovada. “Meu filho mais velho, que toma conta d distribuidora, chegou cedo e, após ligar a energia do prédio, sentou-se na calçada para conversar com alguns funcionários, foi quando, ao olhar para o alto, viu uma grande fumaça preta saindo dos fundos”, relatou.

O deputado afirmou estar confiante na recuperação da empresa. “Estou feliz por meus funcionários não terem sofrido nenhum tipo de arranhão. Os prejuízos materiais eu tenho certeza que serão superados. Juntos vamos correr atrás e buscar ainda mais prosperidade para a empresa”.

Combate
O Corpo de Bombeiros trabalha no local com 12 viaturas operacionais e cinco viaturas administrativas. Ao todo, são 53 homens trabalhando no sinistro. A Defesa Civil municipal também está apoiando, com caminhões pipas da Manaus Ambiental.

Por equipe EM TEMPO Online

Colaborou Michelle Freitas

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir