Economia

Inadimplência atinge 10% da população do Estado do Amazonas

 Comércio lançará, na segunda quinzena do mês de novembro deste ano, campanha para limpar o nome de endividados antes do Natal-foto: Ione Moreno


Comércio lançará, na segunda quinzena do mês de novembro deste ano, campanha para limpar o nome de endividados antes do Natal-foto: Ione Moreno

Pelo menos 375 mil pessoas, ou quase 10% da população do Amazonas, estão inadimplentes com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) ou com a empresa Serasa em todo o Estado. Os dados são da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus).

De acordo com o presidente da entidade, Ralph Assayag, um dos principais motivos para esse alto número de casos são as pessoas que ‘emprestam’ o nome para a dívida de outros. “Há pessoas que emprestam o nome para terceiros, geralmente porque essa segunda pessoa também já possui o nome comprometido. Às vezes, acontece de ser uma pessoa endividada da própria família”, informou.

Foi o caso de uma aposentada de 74 anos, que pediu para não ter o nome divulgado, que possui o nome no SPC. O ingresso na lista suja de inadimplentes ocorreu após ela emprestar o nome para uma sobrinha.
“Ela pediu para ir numa ótica, no Centro, para verificar os preços de algumas armações de óculos. Na ocasião, a loja estava cheia de promoção e na compra da armação, o cliente ganhava uma premiação. Minha sobrinha, então, pediu que eu comprasse os óculos para ela, pois ela me pagaria tudo em dia. Não vi mal algum e resolvi ajudar, pois ela é da família. No final das contas, só recebi uma parcela em dia e, hoje, estou com o meu nome sujo porque não pude arcar com a dívida”, contou.

Segundo dados da CDL-Manaus, o maior índice de inadimplentes é de pessoas com idade entre 18 e 25 anos, muitas vezes, que estão no primeiro emprego e gastam sem ter controle. Um estudante de pedagogia de 21 anos, que também pediu para não ter o nome revelado, afirmou que possui hoje uma dívida de R$ 2 mil com o cartão de crédito porque se “empolgou” com as ofertas do banco.

“Tinha começado a estagiar e a ganhar meu próprio dinheiro. Um banco me propôs um cartão com o crédito baixo. Comprava e parcelava tudo. Porém, como eu pagava sempre o mínimo do valor da fatura, acabei me prejudicando. A soma da dívida com o meu cartão chega a R$ 2 mil. Pretendo pagar, só não sei quando vou conseguir quitar essa dívida”, afirmou.

Dicas

Para resolver o problema, a principal dica é procurar a empresa com a qual está em dívida para negociar o pagamento, podendo renegociar um parcelamento ou comprovar se o débito realmente existe.

Após o pagamento ou o parcelamento da dívida, o fornecedor deve retirar o nome do SPC ou Serasa. Se houver acordo, é necessário que se tenha um documento com o valor das parcelas, datas de vencimento e multa em caso de atraso.

Não há necessidade de contratar empresas para realizar esse trabalho. A pessoa deve pessoalmente ir resolver o problema com a empresa.

Campanha vai ajudar endividados

Quem está com o nome ‘sujo na praça’ vai ter uma oportunidade de ficar em dia com suas contas. Entre 15 e 30 de novembro deste ano, a CDL-Manaus vai realizar a campanha ‘Limpe o Seu Nome na Praça’ para ajudar os consumidores a ficar no ‘azul’ antes da chegada das compras de Natal.

Somente em 2014, essa iniciativa de ajuda aos endividados beneficiou em torno de 48 mil pessoas, de acordo com dados da CDL-Manaus. O programa ‘Limpe o Seu Nome na Praça’ acontece desde o ano de 2009. Desde sua implantação, a campanha já beneficiou aproximadamente 450 mil pessoas em Manaus.

Segundo a CDL-Manaus, só na capital amazonense, há quase 310 mil pessoas com o nome comprometido por dívidas no comércio.

Por Luis Henrique Oliveira

2 Comments

2 Comments

  1. PROSIGA

    21 de setembro de 2015 at 07:56

    Faz tempo que esta % foi ultrapassada.

  2. Jaq

    20 de setembro de 2015 at 23:46

    Qual o endereço que devo ir para renegociar ? Mas so começa apartir do dia 15 de novembro certo ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir