Economia

Importações caem mais, e comércio exterior tem saldo de R$ 2,76 bi

A retração das importações brasileiras se intensificou em maio e o país fechou o mês com um superavit comercial de US$ 2,761 bilhões, o mais elevado do ano. Este é o melhor resultado para o mês de maio desde 2012.


No ano, no entanto, o Brasil ainda acumula um deficit de US$ 2,305 bilhões.

No mês passado, as importações caíram 26,6% na comparação com maio de 2014 e somaram US$ 14,008 bilhões, em meio à desaceleração da economia e à queda da cotação do petróleo no mercado internacional.

Todos os segmentos de produtos importados tiveram queda, com destaque para combustíveis e lubrificantes (-44,3%) e matérias-primas e bens intermediários (-25,3%).

As exportações, por outro lado, tiveram retração de 15,2% e totalizaram US$ 16,769 bilhões. A queda reflete o recuo nos preços dos principais produtos básicos vendidos pelo país, como minério de ferro e soja.

No ano, a China foi o principal parceiro comercial do Brasil, seguida dos Estados Unidos.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir