Eleições

Horário eleitoral começa hoje; entenda as propostas de cada candidato

Amazonino, que vai abrir o programa eleitoral, é o candidato com mais tempo de TV e Rádio | Márcio Melo

Com um programa voltado para enaltecer a sua carreira pública, iniciada na década de 1980, e ações governamentais que marcaram sua trajetória na política, Amazonino Mendes (PDT) é o candidato que vai iniciar a veiculação do horário gratuito desta campanha eleitoral, que começa hoje e se estende até o dia 3 de agosto. A ordem da veiculação foi definida no dia 29 de junho, em sorteio feito na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

As produções serão apresentadas todas as terças, quintas e sextas-feiras, dentro de um tempo de dez minutos. No rádio, a divulgação acontecerá das 7h30 às 7h40 e das 11h30 às 11h40. Já na televisão, a veiculação acontecerá de 12h às 12h10 e de 19h30 às 19h40. Além disso, haverá as inserções diárias de 30 segundos de cada candidato, nas duas mídias, entre 5h e 24h.

Eduardo Braga vai ter dois minutos e 43 segundos para expor suas propostas | Divulgação

Na sequência, conforme a ordem sorteada, vem o candidato Eduardo Braga (PMDB); seguido de Jardel Nogueira (PPL); Liliane Araújo (PPS); Marcelo Serafim (PSB); o sexto será Luiz Castro (Rede); depois vem Rebecca Garcia (PP); José Ricardo (PT); e o último será Wilker Barreto (PHS). Todos os representantes deles entregaram, ontem, as produções audiovisuais ao TRE.

Candidato da coligação Movimento pela Reconstrução do Amazonas, Amazonino Mendes terá o maior tempo de propaganda e de inserções diárias, com três minutos e 17 segundos de programa eleitoral e 492 inserções.

Na estreia, ele vai mostrar como irá reconstruir o Estado do Amazonas em 12 meses, caso seja eleito. Nas primeiras aparições na mídia, o ex-governador mostrará a própria carreira pública iniciada na década de 1980 e as ações que marcaram a vida pública dele. “Agora em agosto vamos eleger o governador para um mandato de pouco mais de 1 ano. Doze meses para arrumar as finanças e a segurança, além de equilibrar o Estado”, adiantou o candidato.

Para Amazonino, a vantagem de ter o maior tempo da propaganda eleitoral permite mostrar, detalhar e ouvir mais as pessoas. “Faz com que mais pessoas participem do programa, dizendo como elas estão vendo este momento. E também como elas querem que o governador trate este momento delicado”, explicou. A coligação exibirá um programa diferenciado a cada dia tanto no rádio quanto na TV.

Com dois minutos e 43 segundos de tempo no horário gratuito, Eduardo Braga terá direito ainda a 409 inserções de 30 segundos.

Jardel, do PPL, tem apenas seis segundos no horário eleitoral | Divulgação

Já Jardel, com seis segundos, disse que vai otimizar o tempo para falar uma frase de efeito, que deve ser “A hora é agora”, e enfatizará o número da legenda. Ele terá ainda 16 inserções de 30 segundos ao longo do dia. Segundo ele, ainda não está definido se a produção audiovisual será modificada ou não a cada divulgação durante a semana.

O candidato José Ricardo, da coligação Compromisso com o Amazonas, irá estrear na propaganda eleitoral mostrando o que deseja para o futuro do Amazonas, em uma produção de um minuto e 38 segundos e um reforço de 245 inserções.

O coordenador de campanha, Gerson Queiroz, revela que a produção enfatizará que o Amazonas não pode voltar ao passado. “Nós estamos apostando que a população entenda a nossa mensagem e que o candidato José Ricardo tem as melhores propostas para resolver questões emergenciais”, explicou Gerson. Devido à limitação financeira da legenda, o coordenador de campanha não soube informar se haverá programas diferenciados a cada dia.

Sem promessas

Liliane garante que não irá fazer promessas para a população e enfatizará a importância de “arrumar a casa” | Arthur Castro

Com 15 segundos disponíveis para a propaganda eleitoral, a candidata Liliane Araújo afirma que irá se concentrar em divulgar as propostas do plano de governo. Ela garante que durante o horário gratuito não irá fazer promessas para a população e enfatizará a importância de “arrumar a casa”. “Iremos priorizar temas importantes como saúde, segurança e educação para que possamos investir nas pessoas”, adiantou.

Para ela, as 38 inserções de 30 segundos que terá disponíveis também ajudarão na divulgação da própria candidatura. Dentre as frases de efeito que ela utilizará, estão “Vamos juntos mudar o Amazonas” e “Por um governo diferente”. Conforme a candidata da coligação Mudança com Segurança, todos os programas serão diferenciados.

Luiz Castro (Rede), da coligação O Começo de uma Grande Mudança, terá apenas nove segundos para apresentar suas propostas e está confiante que esse tempo possa saltar para 15 segundos, por conta de um recurso impetrado no TRE, que solicita o acréscimo de 6 segundos devido ao número de deputados federais existentes na legenda na data de criação.

“A Rede e o Psol possuem dez deputados federais, e um artigo específico garante que novos partidos como a Rede tenham um crescimento de cinco parlamentares no momento da própria criação”, justificou. Ele disse que a produção eleitoral está pronta com os nove segundos determinados pelo TRE, mas garante que se o tribunal aprovar o recurso dentro de dois dias, usará a peça publicitária original com 15 segundos.

Ao falar sobre o conteúdo, ele garante que a equipe dele desenvolveu uma metodologia para trabalhar com pouco tempo e valorizar o discurso e as imagens. O candidato terá ainda um reforço de 24 inserções eleitorais ao longo dia.

Integrando a coligação Coragem e Atitude para Mudar o Amazonas, Marcelo Serafim possuirá 44 segundos para mostrar na propaganda eleitoral as propostas para o plano de governo. “Faremos uma apresentação de quem é o Marcelo Serafim. Vamos priorizar nosso plano de governo e aproveitar o horário da melhor forma possível. Todas as nossas propagandas serão diferentes”, explicou. O candidato terá ainda um reforço de 110 inserções ao longo do dia.

Falar a verdade

Rebecca vai apresentar planos para áreas prioritárias, que necessitam da boa utilização dos recursos públicos | Arthur Castro

A candidata Rebecca Garcia, da coligação Coragem para Renovar, explica que utilizará os 54 segundos disponíveis no horário eleitoral para falar a verdade, informando à população sobre o que pode ou não ser feito em um mandato de 15 meses, de forma simples e objetiva. Na propaganda, ela irá, ainda, apresentar planos para áreas prioritárias, que necessitam da boa utilização dos recursos públicos.

“Vamos mostrar as propostas para vencer a atual crise, as soluções para que o Amazonas retome o mais rapidamente possível o caminho do crescimento econômico e da geração de emprego”, disse. A coligação apresentará, a cada dia, um programa diferente e terá ainda 134 inserções das 5h às 24h.

Wilker Barreto, da coligação Por um Novo Amazonas, que terá dez segundos de tempo na propaganda eleitoral, acredita que o eleitor amazonense não escolhe em quem vai votar pela propaganda eleitoral. Por isso, admite que o principal reforço da campanha será as redes sociais. “Não dá para fazer muita coisa em dez segundos. Vou me apresentar e ser o mais objetivo possível, mas irei utilizar muito as redes sociais. Temos que ter criatividade, e eu vou usar tudo o que tiver direito em meu favor”, afirmou.

Fabiane Morais
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir