Dia a dia

Homens encontrados carbonizados em Iranduba são identificados e familiares afirmam que eles não se conheciam

carbonizados-identificados

Mário e Jameson (de camisa listrada) estão sendo velados em igrejas distintas no bairro onde moravam – foto: reprodução/Facebook

Os dois homens encontrados carbonizados e amarrados no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), foram identificados como Jameson Leite e Mário Jefferson, ambos com 24 anos. Os corpos das vítimas foram encontrados na madrugada de sábado (15), pelo Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), durante as ações para conter um princípio de incêndio em vegetação na região.

O autônomo Jameson Leite morava na rua Plínio Coelho, Compensa, Zona Oeste de Manaus. O amigo de infância, que não quis se identificar, disse que ele era casado e tinha uma filha de aproximadamente 5 anos. Ainda segundo o amigo, Jameson não vendia droga, mas era usuário.

Mário Jefferson também era autônomo e morava na Compensa há dois meses. Segundo familiares, vendia churrasco com o tio, tinha uma namorada com quem vivia junto e não possuía filhos. Antes de morar na capital amazonense, Mário morava em Presidente Figueiredo (distante 118 quilômetros de Manaus).

A tia da vítima, que preferiu não se identificar, falou que Mário já tinha sido preso por tráfico de drogas e estava há um ano e dois meses em liberdade.

A mãe de Mário, a costureira Katy Jane,40, contou que o filho se envolveu em uma briga na sexta-feira (16) à noite e, desde o fato, estava desaparecido.

Ao que tudo indica, as vítimas não se conheciam. Ao serem questionados se conheciam Jameson, os familiares de Mario negaram e vice-versa.

O caso está sendo investigado pelo 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba.

Portal EM TEMPO
Com informações de Naritha Migueis

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir