Sem categoria

Homem tenta matar mãe e padrasto na Zona Norte

A tentativa de homicídio ocorreu na madrugada desta terça-feira (8) - foto: Janailton Falcão

A tentativa de homicídio ocorreu na madrugada desta terça-feira (8) – foto: Janailton Falcão

Embriagado, o auxiliar de pedreiro Rafael Cruz Castro, 18, tentou matar o padrasto, o pedreiro Ozanildes Menezes Brasil, 28, a própria mãe, a dona de casa Elaine Souza Cruz, 42, com golpes de chave de fenda e faca. O fato aconteceu na madrugada de hoje (8), por volta de 1h, na rua Araribá, bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte.

Segundo informações de testemunhas, o padrasto foi levado ao pronto-socorro Platão Araújo, Zona Leste, onde passou por procedimentos médicos e passa bem. A briga começou quando Ozanildes quebrou o ventilador do enteado, que enfurecido desferiu um golpe de chave de fenda na barriga do padrasto, no braço direito da mãe e fugiu.

Conforme Elaine, o filho e o companheiro saíram pela manhã para trabalhar em uma construção e na volta para casa acabaram passando em um bar para consumir bebidas alcoólicas.

Ao chegarem em casa, Ozanildes quebrou o ventilador do enteado e foi para o seu quarto.  No momento em que percebeu o acontecido, Rafael foi na cozinha, se armou com uma chave de fenda e uma faca e foi atrás do padrasto. “Quando eu o vi estava em cima do meu marido e os dois começaram a briga, foi  aí que  tentei apartar a briga e o meu próprio filho me esfaqueou no braço e no dedo”, relatou.

Ainda de acordo com a dona de casa, após machuca – lá, o filho desferiu um golpe da barriga do padrasto que caiu desmaiado, e ainda assim, Rafael continuou batendo em Ozanildes afirmando que ele estava “muito pra frente”. “Para defender meu marido, eu peguei um pedaço de madeira e expulsei meu filho daqui de casa, foi quando ele fugiu pela janela e eu não tive mais notícias dele”, comentou.

A aposentada Meire de Souza, 73, afirmou que o companheiro da filha é usuário de drogas e todas as vezes que está sob efeito de entorpecentes, ele fica muito agressivo e briga com o enteado. “Por mim, a minha filha não estaria casada com esse homem, porque ele não é uma boa pessoa”, disse.

Policiais militares da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados pela mãe do acusado, mas Rafael não foi encontrado no bairro. O caso foi registrado no 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas até o fechamento desta edição, ninguém foi preso.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir